‘Poço do desespero’: psicólogo isolou macaquinhos em câmaras

Experimentos conduzidos na década de 70 torturavam macaquinhos.

poco do desespero harry harlow
Macaquinho isolado no “poço do desespero” (Imagem: Total Social Isolation in Monkeys/Fig. 4)

Na década de 1970, o psicólogo norte-americano Harry Harlow isolou macaquinhos em jaulas frias por até um ano. Separados de suas mães desde o nascimento, esses animais eram vítimas dos conhecidos testes de “privação materna“.

“Pit of despair” (poço do desespero) foi o nome dado pelo próprio Harlow para as câmaras de isolamento.

Os macaquinhos isolados tentavam escapar nos primeiros dias, mas desistiam porque era escorregadio. Com o tempo, não se mexiam mais. Quando eram retirados, suas mães e seus pares chegavam a agredi-los; eles também não conseguiam ter relações sexuais e desenvolviam sintomas depressivos.

A conclusão de Harlow? Isolamento faz mal para macacos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s