Técnico de laboratório espanca beagle: ‘Estou sem paciência’

Episódio ocorreu em 1997 no Reino Unido.

Huntingdon Life Sciences 1997 BUAV Canal 4
Beagle sendo espancado em laboratório britânico (Imagem: Reprodução/Channel 4)

Em 1997, com uma câmera escondida, a ONG BUAV se infiltrou no laboratório Huntingdon Life Sciences, na unidade do Reino Unido. Os investigadores filmaram os técnicos agredindo verbal e fisicamente os beagles.

“Hoje estou sem paciência”, disse um dos funcionários após desferir socos no rosto de um beagle puxado pelo pescoço. O técnico também afirmou que “toda vez é assim [cães agitados]… estou realmente bravo com você”.

As imagens foram transmitidas no “Canal 4”, na reportagem “It’s A Dog’s Life“. Depois da exibição, três funcionários foram demitidos e processados por crueldade animal. Todos foram condenados.

Vídeo

Anúncios

2 respostas para “Técnico de laboratório espanca beagle: ‘Estou sem paciência’”

  1. Republicou isso em Paulosisinno's Bloge comentado:
    Por isso é fundamental gravarmos o que se passa nestes locais terríveis (laboratórios, circos, zoos e, principalmente, abatedouros) para denunciarmos e conscientizarmos o público das horríveis maldades e injustiças sofridas por criaturas inocentes, vítimas dos seres que chamam a si mesmos de “humanos”…

    Em 1997, com uma câmera escondida, a ONG BUAV se infiltrou no laboratório Huntingdon Life Sciences, na unidade do Reino Unido. Os investigadores filmaram os técnicos agredindo verbal e fisicamente os beagles.

    “Hoje estou sem paciência”, disse um dos funcionários após desferir socos no rosto de um beagle puxado pelo pescoço. O técnico também afirmou que “toda vez é assim [cães agitados]… estou realmente bravo com você”.

    As imagens foram transmitidas no “Canal 4”, na reportagem “It’s A Dog’s Life“. Depois da exibição, três funcionários foram demitidos e processados por crueldade animal. Todos foram condenados.

  2. Por isso é fundamental gravarmos o que se passa nestes locais terríveis (laboratórios, circos, zoos e, principalmente, abatedouros) para denunciarmos e conscientizarmos o público das horríveis maldades e injustiças sofridas por criaturas inocentes, vítimas dos seres que chamam a si mesmos de “humanos”…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s