Após ‘fim’ de testes, macacos são transferidos para outro laboratório

Rotina laboratorial não acabou para alguns dos animais usados em testes neurológicos na Alemanha.

macaco Lumpi MPI investigacao buav
Macaco Lumpi, usado em testes neurológicos em laboratório alemão (Imagem: BUAV)

A Cruelty Free International anunciou no último dia 5, que pelo menos cinco macacos já usados em testes no MPI – Instituto Max Planck foram transferidos à Universidade Católica de Leuven (Bélgica), onde serão submetidos a novos experimentos.

Em maio, o MPI havia encerrado experiências neurológicas expostas pela ONG. Agora, o destino dos outros macacos sobreviventes permanece sob sigilo.

Sarah Kite, diretora de projetos especiais da Cruelty Free, disse que o Max Planck utiliza recursos públicos e, portanto, “a população tem o direito de saber o que aconteceu com aqueles macacos”.

Anúncios

3 respostas para “Após ‘fim’ de testes, macacos são transferidos para outro laboratório”

  1. Um nível de crueldade sob falsos rótulos de “ciência”. Se o ser humano é tão mais inteligente assim, por que não desenvolve outros métodos científicos?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s