Ser vegano me tornou uma pessoa melhor

Quando resolvi me tornar vegano, há quase quatro anos atrás, achava que seria apenas tormento. Afinal, “remar contra a maré” de fato exige uma dose extra de paciência.

vacas foto opiniao copy

No começo, a gente se revolta, não se conforma e perde até a esperança no ser humano. Mas deixe-me ser menos pessimista.

Eu achava que não viveria sem queijo, carne e leite. Eu realmente acreditava nisso. Porém, em um mês, já tinha eliminado completamente aquilo que nunca me pertenceu: pedaços e secreções de outras espécies.

Ser vegano me fez enxergar que muitas vezes nos apegamos a situações e experiências desnecessárias, isto é, aquela crença do “não vivo sem” isso ou aquilo (e aqui não necessariamente precisa ser o queijo) era mentirosa.

Aprendi o desapego e me tornei mais empático. Deixar de enxergar os animais como objetos, me fez menos egoísta. E por que não mais tolerante? Aqui em casa ninguém é vegano – só eu. Sendo assim, a tolerância torna-se um exercício diário.

Hoje me tornei melhor para mim mesmo e para os animais. Mas não quero insinuar que sou “superior” a ninguém. Não me tornei melhor do que os outros, mas sim para os outros.

Anúncios

Uma ideia sobre “Ser vegano me tornou uma pessoa melhor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s