‘Parem de ter dó’, orientam professores de veterinária

Em entrevista no último dia 21 (sexta-feira), uma veterinária contou ao O Holocausto Animal um pouco do que ocorre nos cursos de medicina veterinária do país.

Graduada em uma universidade do Estado de São Paulo, durante uma aula de reprodução em 2013, a então estudante de medicina veterinária presenciou um aluno “enfiando sem dó” sua mão no ânus de uma vaca; após a palpação retal agressiva, sua luva “saiu cheia de sangue”.

Em outra ocasião, um professor contou em sala de aula — “rindo” — que havia matado um filhote ainda vivo dentro do útero da vaca.

A veterinária ainda afirmou que com frequência os alunos escutam a súplica de professores: “Parem de ter dó [dos animais]”. Além disso, de acordo com o relato, piadinhas sobre bacon acontecem o tempo todo, e aqueles que demonstram indiferença acabam por trabalhar em grandes indústrias.

“É desesperador”, completou.

Anúncios

6 respostas para “‘Parem de ter dó’, orientam professores de veterinária”

  1. curso e veterinaria e biologia são pra salvar os seres vivos ou pra ensinar a assassinar? repudio, tal praticas crueis c os animais ñ humanos, inocentes, indefesos, sem pecados.

  2. Que nojo desses professores! Animais sao seres que sentem dor, fome, medo., alegria e tristeza! Como NÓS! Repudio tá falta de compaixão!

  3. É uma pena tanta crueldade…
    Ha seres que não merecem nem ser chamados de humanos….
    Mas a lei do retorno existe e cada um recebe aquilo que lhe compete em algum momento de sua vida….

  4. Professores que suplicam aos alunos “parem de ter dó dos animais” com certeza não escaparão da doença e da velhice quando precisarão da piedade alheia para seus gemidos de dor e da paciência infinita de seus cuidadores com suas fezes e urina que eles precisam limpar a toda hora. Tomara não escutem a mesma frase “parem de ter dó deste velho doente” que um dia foi o moço arrogante, debochado e inconsequente que não usou de compaixão para quem mais precisava dela e agora, indefeso, dependente e fraco, só precisa de quem o suporte e não o maltrate tanto quanto ele maltratou e não seja tão mau com ele, como ele sabe que foi.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s