Laboratório abandona chimpanzés infectados em ilhas africanas

Um laboratório de Nova Iorque abandonou chimpanzés infectados em ilhas africanas.

Chimpanzés Abandonados

A história começa em 1974, quando o banco de sangue americano New York Blood Centre (NYBC) inaugurou um laboratório no oeste africano, o Vilab II. Porém, em 2005, os administradores anunciaram o fim das experiências.

E então os chimpanzés, infectados com doenças como a hepatite, foram levados para seis ilhas fluviais locais. Na época, o diretor do laboratório, Alfred Prince, garantiu que iria cuidar dos animais até o fim de suas vidas, fornecendo água e comida ao custo de 20 mil dólares mensais.

No entanto, em março de 2015, o NYBC abandonou os chimpanzés à própria sorte, deixando de financiar os cuidados. No total, foram 85 chimpanzés abandonados ao longo de seis ilhas africanas, das quais eles não podem escapar, pois não são bons nadadores.

Por conta da polêmica, o NYBC alegou em 2015 que “nunca teve obrigação alguma de cuidar dos animais”. Em tese, os animais deveriam ser cuidados pelo governo da Libéria.

Mas ao final de 2015, Jenny Desmond, primatologista, junto com o veterinário Jim Desmond, viajaram até as ilhas africanas, para cuidar dos animais. Jenny disse que cerca 30 adultos já haviam morrido desde 2005.

chimpanzes-abandonados-ilhas-2

O problema é que esses chimpanzés não podem ser reintroduzidos em seu habitat natural, pois podem infectar outros animais, além disso, não se sabe quais animais estão infectados ou não.

Chimpanzés vivem em média 60 anos, portanto, merecem um cuidado prolongado e constante. Atualmente, há 63 chimpanzés nas ilhas, que dependem da ajuda internacional e também de alguns ex-funcionários do NYBC que vivem em localidades próximas. Porém, por falta de estrutura, não é possível monitorar de maneira adequada esses animais.

A primatologista Jane Goodall disse à BBC: “Eles sabiam muito bem que os chimpanzés têm vidas longas. Abandoná-los é imperdoável”.

Procurado pela BBC, o laboratório não se pronunciou.

De BBC Brasil, 26 setembro 2016.

Anúncios

6 respostas para “Laboratório abandona chimpanzés infectados em ilhas africanas”

  1. @Sara

    De que adianta trocar uma tortura por outra? Já imaginou ser largado numa ilha sem acesso adequado à água e comida?

    Eles não estão livres, estão em uma nova prisão.

    Deixaram de usá-los porque os resultados dos testes não foram o esperado, aí jogaram fora como se fossem objetos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s