Crueldade Olímpica: Saiba o que há por trás das provas de hipismo

Nas olimpíadas são disputadas três modalidades de hipismo: salto, adestramento e concurso completo de equitação (CCE). Saiba a verdade sobre estas modalidades.

cavalo hipismo crueldade

Instrumentos de Tortura

Nas provas de salto, adestramento e CCE são utilizados instrumentos que causam dor aos cavalos – tais como freios, bridões, chicotes e esporas.

Segundo estudos realizados pela Nevzorov Haute Ecole, um forte puxão no freio produz uma pressão de 300 kg / cm², enquanto que uma pressão suave produz entre 50 e 100 kg / cm² [1].

Os cavalos que são feridos pelo freio ou bridão abrem a boca, fazendo gestos constantes de desconforto, mas quando eles mostram sintomas de dor são geralmente silenciados com um movimento mais apertado que fecha suas bocas, silenciando sua dor e sua maneira de se expressarem.

A baba branca e grossa que sai da boca do cavalo ao usar o freio ou bridão se deve ao fato de que há ressecamento na garganta do cavalo e indica que as glândulas parótidas estão lesadas [2].

O freio atua sobre o diastema, o espaço sem dentes das gengivas em vertebrados, pois é no diastema que está localizada a parte mais sensível do nervo trigêmeo, e nessa área não há uma camada submucosa que o possa proteger dos impactos da pressão do ferro.

O cavalo pode ser controlado, basicamente, por dois tipos de embocadura: freio ou bridão (foto). Os dois instrumentos geram dor no animal.
O cavalo pode ser controlado, basicamente, por dois tipos de embocadura: freio ou bridão (foto) – os dois instrumentos geram dor no animal

Especialistas já apontaram que o freio é a causa de mais de 40 doenças e de 100 comportamentos negativos em cavalos [3].

chicote cavalo crueldade hipismo

Usando um chicote, mesmo sem uma grande força, se causa grande dor ao cavalo. Por causa da pigmentação da pele e do pelo, os hematomas causados pelos chicotes são invisíveis ao olho nu, no entanto, eles existem e já foram comprovados por necropsias realizadas em cavalos [4].

Uma pesquisa demonstrou que cavalos têm a epiderme mais fina e com mais terminações nervosas do que humanos, sendo assim, eles são mais sensíveis à dor do que humanos [5].

cavalo espora lesao

As esporas são objetos pontiagudos ou não, acoplados às botas dos competidores, servindo para golpear o animal no baixo-ventre. Mesmo sem pontas, as esporas causam dor e podem causar lesões.

Lesões

Em 2013, um cavalo teve um ataque cardíaco durante uma prova de pólo (modalidade não-olímpica de hipismo).
Em 2013, um cavalo teve um ataque cardíaco durante uma prova de pólo (modalidade não-olímpica de hipismo)

Durante os treinos e nas competições, cavalos de todas as idades podem sofrer lesões musculoesqueléticas dolorosas, como ligamentos e tendões rompidos, articulações deslocadas e até mesmo ossos fraturados. Nas provas de adestramento, devido ao fato de o cavalo ter que ficar com o pescoço muito curvado, pode haver necrose nos músculos do pescoço [6].

O esforço que o cavalo tem que fazer em competições pode causar hemorragia pulmonar [7], úlcera [8] e ataque cardíaco [9].

Não financie a crueldade! Não assista competições de hipismo ou de quaisquer outras provas que utilizem animais, nem nas olimpíadas, nem em outros eventos!

Referências

[1] NEVZOROV, Alexander. The horse crucified and risen. Nevzorov Haute Ecole, 2011, p. 344.

[2] Ibid., p. 11.

[3] Texas Horse Talk Magazine, Vol. 15, No. 12, December 2009, p. 44.

[4] NEVZOROV, Alexander. op. cit., p. 352.

[5] TONG, Lydia. Using science to answer the question: Does Whipping Hurt Horses? Report from Australian Broadcast Corporation, March 2015, p. 1 e 2.

[6] NEVZOROV, Alexander. Nevzorov Haute Ecole Equine Anthology Vol.2, 2009, p. 12.

[7] ERICKSON, H. et al. Management of Exercise induced pulmonary hemorrhage in Non racing Performance Horses. Compendium, v. 23, p. 1090-1093, 2001.

[8] TAMZALI, Y. et al. Prevalence of gastric ulcer syndrome in high‐level endurance horses. Equine veterinary journal, v. 43, n. 2, p. 141-144, 2011.

[9] IndiaTV. Horse dies of heart-attack during Polo Match! 17 de janeiro de 2013.

Anúncios

16 respostas para “Crueldade Olímpica: Saiba o que há por trás das provas de hipismo”

  1. Sou contra maus tratos, mais se freio for tão ruim assim. Um trabalhador do campo não pode cuidar de suas criações ou acha que ele vai sair apé olhando vaca brava de bezerro novo .

  2. Pra começar, a vaca brava e o bezerro novo já não deveriam estar ali. Que dirá o cavalo! Além disso, o que o trabalhador do campo tem a ver com estes animais que sofrem no esporte? O trabalhador do campo, o ribeirinho do amazonas, o beduíno do deserto, o esquimó do Alaska, todos compreenderão um dia a dor de outro animal. A vez deles também chegará. Só não os use para justificar seus atos ou os atos de crueldade nos esportes. Non Sequitur!

  3. Uma de nossas seguidoras, que já frequentou provas de hipismo, confirmou: “Os animais são sim escravizados”

    Em contrapartida, uma amazona disse que os animais são chicotados sim, mas o limite é de “3 chicotadas”:

    limite de chicotada hipismo

    Outra amazona também comentou: “Cavalo presta pra que”?

  4. Os cavalos não precisam de medalhas.
    Se quer 1 medalha conquiste-a sozinha sem a ajuda do cavalo.
    O cavalo NUNCA lhe disse que queria 1 medalha.
    Por essas e por outras é que às vezes há acidentes que chegam à morte.

  5. Isso tem que acabar e muita crueldade eu mão sabia disso e a mesma coisa que fazem com os touros em rodeios

  6. nao gosto de nenhum evento com animais…….se eles soubessem a força que tem jamais um humano fariam deles ¨palhaços¨…..

  7. Se isto for realmente verdade, o me que parece um bocado exagerado, então para que que servem os cavalos? Os cavalos em estado selvagem já nao devem existir, pois então são estes torturadores de animais que dedicam a sua vida e dinheiro a criá-los e que os mantêm vivos ainda hoje.

  8. Com licença peço que o responsável pelo blog venha até o meu haras um dia e realmente conheça o mundo dos cavalos e não saia por aí falando tanta baboseira

  9. Bem lembrado Marco…Sra. Ingrid…confesso que é real meu interesse pelos argumentos contraditórios desde que comprovados, pois imagens não faltaram no texto acima.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s