Cultura não é argumento

Não é incomum ouvirmos alguém dizer que algo é justificado por ser de natureza cultural. É a famosa alegação: “Isso é cultural, logo não é errado”. Fazendo uma breve reflexão pode-se constatar que este pensamento é absurdo.

A cultura, por si só, não pode ser utilizada como parâmetro ético.

A cultura, por si só, não pode ser utilizada como parâmetro ético.

A cultura pode ser definida por uma série de costumes, hábitos e comportamentos que fazem parte de um grupo de indivíduos. Assim, o que pode ser considerado ridículo em uma nação, pode ser visto como absolutamente normal em outra. Isso ocorre porque as crenças do ser humano são formadas pela sua história social; crenças estas que determinam o comportamento humano e boa parte dos seus desejos, ambições e motivações.

As tradições alimentares, especificamente, são abarcadas por costumes grupais. Aqui, é inevitável mencionar as críticas dirigidas ao veganismo; o argumento cultural é utilizado com frequência nesse tipo de discussão. Algumas afirmações são comuns neste âmbito argumentativo:

“Questões culturais não se discutem.”

“Na China as pessoas comem cães devido à cultura.”

“Posso comer carne pois isso faz parte da história da humanidade.”

“Touradas são justificáveis por causa da tradição cultural.”

“Tenho liberdade para ter o preconceito que desejar.”

Além destas afirmações, tantas outras são utilizadas, no intuito de convencer os outros de que todo comportamento humano pode ser relativizado ao máximo. O apelo ao relativismo diz que qualquer posição é válida – não importa as suas crenças ou os seus pensamentos… Todos ficariam posicionados na mesma linha de valor moral.

As famosas frases “tudo é relativo” e “isso é questão de ponto de vista” são usadas como um álibi para qualquer tipo de discussão que procure justificar uma crença, pois, se qualquer posição é válida, então as pessoas sempre estarão corretas naquilo que pensam, independente da réplica que venha a ser dada em um debate. Porém, o relativismo adotado por tais indivíduos é uma ideia auto-refutante. Uma vez que qualquer ideia é relativa, esta afirmação está sujeita à mesma regra.

Se não existe verdade, logo, nem mesmo o relativismo é verdadeiro. Da mesma forma, o ser humano jamais se enganaria, e não adiantaria nada rever ou questionar as próprias crenças, tampouco dedicar um tempo para o progresso de um campo de estudo e conhecimento.

Portanto, fica evidente que a cultura não pode ser encarada como referência ou como parâmetro ético. A história demonstra que inúmeras práticas consideradas “culturais” provaram ser um equívoco ético. Alguns exemplos: escravidão, canibalismo e infanticídio. Podemos também citar a cultura nazista, que pregou ódio contra os judeus. Se tomássemos o relativismo como verdade, então, Hitler tinha total liberdade para defender os seus valores, independente se eles eram preconceituosos, violentos ou antiéticos. Neste aspecto, práticas científicas podem ser justificáveis pelos seus meios – testes com animais costumam ser defendidos pelos cientistas pois eles estão em busca da cura de doenças. Basicamente, querem passar a ideia que os fins sempre justificarão os meios. Seguindo a mesma linha de pensamento, matar um cão (meio) é válido pois se quer saciar a fome (fim).

Se buscamos um mundo com virtudes aplicáveis, como ética, justiça e moral, não podemos nos deixar levar por pseudoargumentos que justificariam até a atitude mais violenta e estúpida do ser humano, e que tornariam a civilização uma tarefa impossível.

Anúncios

2 ideias sobre “Cultura não é argumento

  1. selma

    Sabe, na minha opinião, na verdade, eles encontram tipo q estas, essas supostas palavras de culturas, q pra mim, ñ é cultura.Pra mim, a palavra certa é COMODISMO.em pleno seculo 21, os humanos se acomodaram em rotinas arcaicas e sem moral.Mais nós faremos a nossa parte, porq cultura pra mim c/ mortes, ñ vejo cultura, vejo sofrimentos entre nossos semelhantes.

  2. Pingback: Cultura não é argumento | dogwalkercastrozn

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s