Da fazenda industrial até o abate

Em ambiente natural, os porcos vivem cerca de 10 anos de idade, mas quando são criados em fazendas industriais eles são enviados para o abate após 6 meses de vida. Esses animais passam um verdadeiro terror ao serem transportados para os matadouros.

Jo-Anne McArthur/We Animals
(Foto: Jo-Anne McArthur/We Animals)

Amontoados em caminhões, porcos, bovinos e aves lutam para conseguir ar e viajam centenas de quilômetros sem comida ou água. Eles sofrem com temperaturas extremas e são forçados a inalar combustível fóssil exaustivamente.

De acordo com um relatório de 2006, mais de 1 milhão de porcos morrem a cada ano durante viagens de transporte. Outro relatório observa que cerca de 10% dos porcos ficam tão doentes e feridos que são incapazes de levantar e caminhar por conta própria. Estes animais são expulsos dos caminhões com golpes de bastões elétricos, arrastados até a morte.

No inverno, alguns porcos morrem congelados durante o transporte. No verão, morrem de exaustão pelo calor. Alguns não suportam ficar em pé e quando caem ficam sufocados pelos outros animais que se acumulam em cima deles. Todos ficam em pânico, gritando e tentando fugir desesperadamente. Por conta do estresse, muitos morrem de ataque cardíaco.

Acidentes acontecem com bastante frequência.
Acidentes durante o transporte acontecem com frequência

Para piorar, acidentes com esses veículos de transporte acontecem cotidianamente. Em 2004, um caminhão de transporte da Smithfield Food com 180 porcos capotou em Virgínia. Vários porcos morreram no acidente, enquanto outros ficaram jogados pela estrada, morrendo aos poucos. Após um acidente em abril de 2005, um porta-voz da Smithfield, Jerry Hostetter, disse a um repórter: “Eu odeio admitir, mas isso acontece o tempo todo.”

Um matadouro normal assassina até 1.100 suínos por hora. Grande parte dos animais vai para o tanque de escaldamento (destinado à remoção dos pelos) ainda vivos. De acordo com um trabalhador de um matadouro, entrevistado pela PETA, “no momento que os porcos atingem o tanque de escaldamento, eles ainda estão plenamente conscientes e gritando.”

Caminhão de transporte para bovinos.
Caminhão de transporte para bovinos

Aqueles que conseguem sobreviver ao transporte, ficam aterrorizados ao chegarem aos matadouros. E quando os animais hesitam em deixar o caminhão, eles recebem chutes e choques elétricos.

Porcos amontoados em caminhão de transporte.
Porcos amontoados em caminhão de transporte

Durante a viagem, os animais urinam e defecam várias vezes, assim, são obrigados a ficarem em meio às suas próprias fezes durante horas ou dias.

Interior de caminhão de transporte - urina e fezes por todos os lados. Foto: Jo-Anne McArthur/We Animals
Interior de caminhão de transporte depois da viagem – urina e fezes por todos os lados (Foto: Jo-Anne McArthur/We Animals)

Fonte: PETA | Link 2

Anúncios

Uma resposta para “Da fazenda industrial até o abate”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s