Como os animais vão parar em laboratórios?

Os animais utilizados em experiências científicas vêm de diversas fontes, desde a criação comercial em massa até zoológicos e circos que procuram se livrar de animais indesejados. O sofrimento desses animais começa antes mesmo de chegarem aos vivissectores; boa parte deles é arrancada de suas famílias e obrigada a viver em condições sombrias em centros de reprodução em massa, sendo transportados para laboratórios em longas e terríveis viagens de avião e caminhão.

Além da solidão que os animais de laboratórios são obrigados a enfrentar, muitos jamais poderão sentir o gosto da liberdade… E aqueles que sentiram um dia são violentamente retirados da natureza, para servirem aos interesses de um pesquisador especista, onde a morte é o destino final.

Cães e gatos

Esses filhotes nunca poderão sentir o carinho de uma família e a liberdade de correr em um campo gramado.

Esses filhotes nunca poderão sentir o carinho de uma família e a liberdade de correr em um campo gramado.

A maioria dos cães e gatos usados em testes vêm de empresas que reproduzem animais especificamente para este fim. Filhotes viram mercadoria e são separados de suas famílias. Muitos abrigos de animais estão autorizados a entregar os cães e gatos abandonados para laboratórios de experimentação.

Primatas

Filhote de macaco sendo raptado de seu habitat natural - depois disso, ele será transportado para um laboratório de pesquisa "científica".

Filhote de macaco sendo raptado de seu habitat natural – depois disso, ele será transportado e vendido para um laboratório de pesquisa “científica”.

Os chimpanzés e outros primatas utilizados em experiências nos EUA são criados principalmente em cativeiro, porém muitos são capturados da natureza, em lugares como Ásia, América do Sul e África. Chimpanzés indesejados de circos ou zoológicos às vezes são vendidos para laboratórios. O Centro Nacional de Pesquisas Primatas de Oregon (ONPRC) – o maior laboratório de pesquisa com macacos dos Estados Unidos – mantém colônias de macacos rhesus, macaco-japonês, vervets e outras espécies que foram capturadas do habitat natural.

No vídeo abaixo, você pode conferir como ocorre este processo.

Roedores e outros animais

Tiramos o direito à vida de outras espécies e colocamos uma etiqueta de preço, ou seja, transformamos seres sencientes em mercadoria.

Tiramos o direito à vida de outras espécies e colocamos uma etiqueta de preço, ou seja, transformamos seres sencientes em mercadoria.

Aves, rãs, suínos, ovinos, bovinos, corujas, e outros tantos animais, também são vítimas da experimentação. Roedores são camundongos, ratos, porquinhos da índia, hamsters, esquilos e coelhos. Esses pequenos animais são criados por empresas que os veem como nada mais do que tubos de ensaio com bigodes. Por exemplo, o Laboratório Charles River é um dos maiores fornecedores do mundo de roedores. Já o Laboratório Jackson vende cerca de 2 milhões de ratos, sendo todos os animais para universidades, escolas médicas e laboratórios do mundo inteiro.

Eis o destino final dos roedores.

Eis o destino final dos roedores.

 Fonte: PETA|BUAV

Anúncios

2 ideias sobre “Como os animais vão parar em laboratórios?

  1. Denise

    Meu quanta Crueldade,que pena que existe “gente” cruel assim lamentável :/,Parabéns pelo Blog bem Informativo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s