15 imagens que a Indústria de Leite não quer que você veja

Já existem evidências de que o leite de vaca não é saudável para os humanos, mas há também o mal que a indústria de laticínios faz para as vacas e para os bezerros.

Conheça 15 razões pelas quais nenhum ser humano deve beber leite de vaca ou ingerir derivados.

1. As vacas produzem leite pela mesma razão que as mulheres – para alimentar os seus filhos.

leite 1

2. Para manter a produção de leite, as vacas são inseminadas artificialmente todos os anos.

leite 2

3. Em 9 meses seus filhotes nascem, e uma forte ligação materna ocorre instantaneamente.

leite 3

4. Mas eles não vão ter muito tempo juntos.

leite 4

5. Por volta de um a três dias, os bebês serão levados para longe das vacas, causando um sofrimento extremo para ambos os lados.

leite 5

6. Depois disso, mãe e filho nunca mais vão se ver novamente.

leite 6

7. Os bezerros geralmente são vendidos para a indústria da carne de vitela.

Filhote

8. Lá, eles são mantidos em pequenas caixas.

leite 7

9. Eles serão mortos depois de levar alguns meses de uma miserável vida.

leite 8

10. As bezerras provavelmente seguirão os mesmos passos de suas mães.

leite 9

11. Elas vão passar o resto de suas vidas como máquinas de leite, forçadas a produzir cerca de 5 vezes a mais do que produziriam para os seus filhos.

leite 10

12. Quando as vacas não vivem para a indústria de leite, elas podem chegar até os 20 anos de idade.

Green field with cows in summer

13. Porém, as vacas da indústria de laticínios são mortas com cerca de 4 anos de anos de idade.

leite 12

14. Isso significa 4 anos de inseminação artificial constante, infecções e sequestro de seus próprios filhos.

leite 13

15. Quando você compra produtos de origem láctea, está financiando esse ciclo cruel.

Indústria de Leite

Fonte: PETA

Anúncios

277 ideias sobre “15 imagens que a Indústria de Leite não quer que você veja

  1. facto

    “Por volta de um a três dias, os bebês serão levados para longe das vacas, causando um sofrimento extremo para ambos os lados.”

    hahahaahaha.

    Marcos, por quê você não vira psicólogo de vacas?

  2. facto

    “As vacas produzem leite pela mesma razão que as mulheres – para alimentar os seus filhos.”

    Nossa, essa assertiva é muito reveladora.Nunca soube que as glândulas mamárias servissem para tal fim.Achei que tais glândulas fossem um mero enfeite…ops, não posso fazer uso da ironia, pois o nosso colunista Marcos e o amiguinho débil dele não irão me entender.

  3. Marcos Autor do post

    Facto, você realmente acredita que esses comentários infantis e desprovidos de qualquer tipo de senso crítico irão afetar alguma coisa? Vai se tratar, o seu caso é grave.

  4. facto

    Meu querido Marcos, infantilidade é o conteúdo do presente blog.Talvez até uma criança do maternal saberia que o leite extraído da Vaca é utilizado também como alimento pelo bezerro.Ou seja, o conteúdo desse artigo é tão ridículo que acaba virando uma piada.

  5. Marcos Autor do post

    Facto, o que está em jogo é que você está tomando um leite que não é seu. Aliás, algo tão óbvio e você ainda continua tomando leite, que nem é seu ainda? Cresce. Desmama.

  6. facto

    Nada que existe na qualidade de recurso faz parte de uma suposta ” essência” do homem que você diz ter.O homem, historicamente e dentro de uma relação social especifica, se apropria dos recursos naturais, atribuindo-lhes sentidos e finalidades.

    Ora, nem o mel da abelha tampouco o germe de trigo são propriedades “naturais” dos homens, tampouco são propriedades “naturais” de qualquer outra espécie que os utilizem de alimento.

    O que você está defendendo não faz qualquer sentido!

  7. Marcos Autor do post

    É sério que você quer comparar trigo com leite animal? E quem disse para você que veganos comem mel?

    Sua ignorância me dá calafrios.

  8. True

    Lixo puro, desculpa. 80% das informações estão completamente equivocadas. E juro que essa afirmação é completamente técnica e nada tem à ver com minha opinião pessoal de achar que todo vegetariano é burro.

  9. Anônimo

    O ser humano é o ÚNICO mamífero que continua à se alimentar do leite, após a sua primeira fase de vida, e ainda com um leite que é feito para um BEZERRO.
    Já vi muitas palestras de médicos nacionais e internacionais que relatam, tomar leite na fase adulta como “argumento” a calcificação dos ossos, é umas das cosias mais ridiculos que se vê por aqui.

  10. facto

    Então, Anta, desde quando afirmei que os veganos comem ou deixam de comer mel?Desde quando busquei realizar uma comparação( que significa confrontar dois objetos distintos, a fim de buscar suas semelhanças e diferenças) entre o mel e o germe de trigo?

    Você tomou o seu remedinho, meu caro?Você está vendo fantasmas!

  11. Diego Caspar VIas Boas

    Só ataques e discussão sensata ficou a anos luz…

    Marcos, beleza, muito disso q vc disse acontece, mas nem é em todos os lugares.
    O Leite da fazenda tipo A e o Agrindus tipo A são de produtores conscientes, não fazem isso q vc falou com o bezerro e nm rola toda essa dramaturgia, elas se aliemntam de pasto tb, os bezerros ficam por perto e tal. Outra, se eu busco meu leitte direto do produtor rural, onde ele cuida de 20 vaquinhas todas com bezerros por pertto, mamando e depois pastando, isso é saudavel para ambas as partes. Desde pequeno acompanho meu avô ao produtor para tomar o leite direto da vaca, hoje ja busco outros produtores pela localidade de meu viver, e mesmo assim vejo no produtor a vaca com seu bezerro, inclusive na hra de tirar o leite o bezerro é o primeiro a mamar NAS DUAS ORDENHAS…como fica isso pra vc?
    E claro, com um pouco de consceiencia, sabemos que o Leite de caixinha é LIXO e q nao devemos consumir litros e litros de leite por semana. minha dose fica em 1L a cada semana e meia junto com minha mulher.

  12. Aline B.

    Acho que só faltou uma informação legal lá no primeiro motivo:
    E o ser humano é o único ser vivo que continua tomando leite mesmo na fase adulta.
    Até os bezerros param de mamar.

  13. Maria Candida

    É, realmente está constatado, leite faz muito mal pra mente das pessoas!! Além de retardado, a pessoa fica histérica e violenta em seus dizeres.. os entendimentos mentais ficam lentos… realmente precisamos parar de tomar leite urgentemente!!!!

  14. Não Quero Dizer

    Você come alface Marcos? Pois o Alface é um exemplo vegetal que PERDE A VIDA para alimentar pessoas como você. Já pensou em escrever sobre isso? Um abraço

  15. Marcos Autor do post

    Não Quero Dizer, é verdade? É isso mesmo? Alface por acaso tem sistema nervoso? Sofre, tem cérebro e tem mãe? Melhor buscar argumentos melhores, porque apelar para a vida “das alfaces” é uma das maiores estupidez que você pode fazer.

  16. Priscila Olifer

    “É sempre possível acordar alguém que esteja dormindo, mas barulho algum vai acordar alguém que finja dormir.”

    Jonathan Safran-Foer

    A exploração dos animais existem seja de forma direta ou indireta,basta você abrir seus olhos de forma critica. Adorei a postagem Marcos!

  17. Marcos Autor do post

    Priscila, a exploração animal chegou a fazer parte da nossa cultura e dos nossos hábitos, mas isso está prestes a ter o seu fim. O caminho é este: mostrar os fatos para as pessoas. Obrigado pelo comentário!

    “A escravidão animal deveria ser enterrada juntamente com a escravidão humana, no cemitério do passado.” – Peter Singer

  18. Pablo Oliveira

    É impossível tratar um animal com um mínimo de dignidade num processo de produção em larga escala. É notório, pra quem quer enxergar, que podemos viver perfeitamente sem leite e derivados. Não acredito que alguém que compara um animal a uma alface esteja no seu juízo perfeito.

  19. Pedro Abreu

    Bom fica sem tomar leite aii trouxa, quando te der uma osteoporose tu vai fica de boa
    kkkkkkkkkkkkk

    Oh really? Conte-nos mais sobre seus conhecimentos de nutrição…

    http://vista-se.com.br/o-mito-do-leite-medico-esclarece-os-males-que-o-leite-de-vaca-causa-a-saude/
    http://www.hsph.harvard.edu/nutritionsource/what-should-you-eat/calcium-and-milk/
    http://www.hsph.harvard.edu/nutritionsource/calcium-full-story/

    Quer mais links provando a sua ignorância galopante, ou já tá bom? Posso continuar postando a tarde inteira…

    Diego Caspar VIas Boas
    Finalmente um argumento contrário pertinente, e que não se resume a ignorância ou ataques pessoais.

    Eu vejo da seguinte forma, Diego: como você já sabe, o leite de caixinha é um veneno, e a questão é que é simplesmente impossível alimentar com leite tipo A ou Agrindus tipo A, mais de 7 bilhões de pessoas em crescimento exponencial. Daí a utilização de fazendas industriais e pasteurização.

    Outros fatores a se levar em consideração, são:
    1. Não há garantia nenhuma de que um pequeno produtor rural seja mais comprometido com o bem-estar de seus animais do que um produtor industrial. O youtube está repleto de animais sendo tratados e mortos em pequenas fazendas com enorme crueldade, ou por imperícia, ou por pura maldade mesmo. Eu diria até que, via de regra (há exceções!), pessoas que criam animais para consumo (comercial ou não) não têm vínculos afetivos com eles (sei do que estou falando, pois tenho parentes na fazenda e já bebi muito leite de curral).

    2. “Vaquinhas felizes” contribuem da mesma forma para o problema do desmatamento, poluição e aquecimento global. Ou seja, são insustentáveis a longo prazo, do mesmo jeito:
    http://www.anda.jor.br/05/06/2010/onu-recomenda-dieta-vegana-para-combater-mudanca-climatica

  20. Renato

    Marcos. não é correto e nem inteligente falar sobre assuntos desconhecidos. Tenho certeza que você só viu vaca de leite pela internet e no máximo em alguma exposição agropecuária.

    Você quer defender os animais?

    Oque seria dos animais, se não fossem para servir o ser humano? Você acha que existiriam vacas até hoje? O homem estudou para produzir comida para elas, trabalha para melhorar suas condições e saúde porque?
    Animais domésticos são para servir o ser humano de alguma forma. Por isso o ser humano cuida, trata e reproduz os mesmos.
    Pense sobre
    Um Abraço

  21. Karin Lycia.

    “Facto”, como você é infantil! Talvez seja por isso que você ainda toma leite! Vá você se informar melhor e tire os seus antolhos! O que te faz pensar que você ainda tem que tomar leite? E que o mesmo seja bom para você? Porque então a sua mãe te desmamou? Seria justo o seu pai tomar o leite da sua mãe quando você nasceu? Afinal, leite é bom, não é? Então tomemos o leite da própria espécie humana! Quer leite? Pede pra ela! Palhaço! Você é tão hipócrita e imaturo que não entendeu a questão levantada no texto!

  22. Arthur

    Sabe o que eu acho engraçado?! Quando os argumentos de vocês, veganos, acaba, vocês apelam para vídeos para fazer com que os outros fiquem com dó. Só que essa prática ultimamente não anda dando muito certo, cada um faz suas escolhas.

  23. Pedro Abreu

    Oque seria dos animais, se não fossem para servir o ser humano? Você acha que existiriam vacas até hoje? O homem estudou para produzir comida para elas, trabalha para melhorar suas condições e saúde porque?

    Sem dúvida um dos argumentos mais estúpidos levantados nessa página. O que seriam das vacas sem os seres humanos? Elas não existiriam, já que são descendentes modificados por milhares de anos de domesticação, de um animal chamado auroque (já extinto), muito semelhante a um búfalo africano.

    E vacas da indústria leiteira são tudo, menos saudáveis, conforme a sua vã ignorância supõe. Elas são estupradas continuamente para inseminação artificial, e vivem de luto por seus filhotes retirados. Vivem em confinamento e são alimentadas artificialmente. Vivem com infecções e sangramentos pelo processo de ordenha mecanizado (o leite que você bebe tem uma porcentagem legalmente tolerada de pus, caso não saiba). São animais tão maltratados, que apesar de viverem mais de 15 anos em condições naturais, aos 4 já estão completamente esgotadas na indústria do leite, sendo então encaminhadas aos abatedouros.

    E ainda repreende os outros por “falar sobre assuntos desconhecidos” e os manda “pensar sobre”??? Sua ignorância é patética…

  24. Danilo Oliveira

    É porque isso é apelo à emoção, Arthur. A pregação e persuasão de veganos nada mais pretende do que instalar um sentimento de culpa nas pessoas e, infantilmente, acreditar que serão guiadas por isso até o fim de suas vidas. Como já disse aqui outras vezes, a empatia, não é uma coisa automática, nem obrigatória e nem é condizente exigir que as pessoas a tenham para qualquer animal (e mesmo se tivesse, nada significa na prática pro sí só). Veganos pensam que mudam as pessoas efetivamente com isso, quando, se formos ter minimamente lógicos, veremos que isso nada mais é do que panfletagem ideológica. Não se esclarece as pessoas dessa forma, além de nada ser confiável fazê-lo assim. Se o assunto só tem isso para oferecer, estará fadado a eterna frustração de sua pregação. Além disso, tentativas de demonizar alimentos derivados de animais, mostram-se totalmente parciais e controversas, deixando claro que o assunto não é esclarecido por parte de ninguém, apenas aderido por meios ideológicos (além de fazer parte de uma outra esfera de argumentação que nada tem a ver diretamente com “proteção animal” e sim, com nutrição).

  25. Marcos Autor do post

    Arthur, o fato de mostrar vídeos não é para ficar com “dó”, é para mostrar a realidade mesmo. Agora, se você não se importa com o sofrimento que os animais passam nas fazendas industriais, isso tem nome: psicopatia.

    Cientificamente, a ideia de que o leite é bom para saúde é algo que vem sendo questionado por inúmeros profissionais:
    http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23818041

  26. Marcos Autor do post

    Danilo, não se trata de implantar um sentimento de culpa, mas de trazer a responsabilidade pelo que está acontecendo. Não confunda culpabilização mórbida com responsabilidade.

  27. Danilo Oliveira

    “Arthur, o fato de mostrar vídeos não é para ficar com “dó”, é para mostrar a realidade mesmo. Agora, se você não se importa com o sofrimento que os animais passam nas fazendas industriais, isso tem nome: psicopatia.”

    kkkkk Será mesmo que você faz psicologia Marcos? Se for, é um péssimo profissional. Começando pelo fato de querer rotular uma pessoa simplesmente por ela não derramar lágrimas ao ver uma picanha em um açougue. Segundo porque, “psicopatia”, não é um termo técnico, ele engloba o que se entende por “transtorno de personalidade antissocial”, e esse tem um espectro amplo de entendimento. E terceiro, se a ideia é se limitar a querer rotular as pessoas por não sentirem pena de certos animais, então, definitivamente, seria melhor encontrar outra ocupação, pois a maioria das pessoas não funcionam dessa forma. “Psicopatas”, sequer dariam atenção a esse assunto, como estamos fazendo. Além disso, se a ideia for apenas rotular e sair andando, então, todos aqui podem fazer o mesmo baseando-se em sua falta de controle emocional e considerá-lo inepto e inápto para defender qualquer assunto, visto que o fará com total parcialidade.

  28. Danilo Oliveira

    “Danilo, não se trata de implantar um sentimento de culpa, mas de trazer a responsabilidade pelo que está acontecendo. Não confunda culpabilização mórbida com responsabilidade.”

    Mas não é isso o que se vê. Se vê pregação, xingamentos e mentiras. Se quer traçar uma linha de responsabilidade, precisa deixá-la clara, dentro dos parâmetros de vigência, não a serviço de uma ideologia.

  29. Leile

    Levantar um questionamento publicamente sobre um assunto , que considero, tão polêmico sem fundamentação é algo muito sério… Há que se estudar um pouco pra saber como funciona a cadeia produtiva do leite e da carne, não podemos generalizar e achar que todo leite que é produzido no mundo, é feito em larga escala… Falar que o Leite que bebemos tem uma porcentagem de Pus, é muita ignorância…O ministério da Agricultura te processa se souber que vc fala um absurdo desse… Todos falam mal de quem bebe leite e come carne, aposto que tem um belo par de sapato de couro no armário… e ai o problema de vcs é com o bem estar animal ou com a nutrição? Pensem nisso.

  30. Pedro Abreu

    Leile

    Você não passa de mais um (ou mais uma, não dá pra saber por esse nick) que se deu ao trabalho de postar aqui sem ter noção sequer da própria ignorância.

    “Cada litro de leite comercializado no Brasil pode conter, por lei, até 600 MILHÕES DE CÉLULAS SOMÁTICAS, conhecidas como pus. Ainda assim, muitos produtores passam deste limite…

    …100% do leite comercializado tem alguma quantidade de pus.

    Fonte: http://vista-se.com.br/cafe-com-pus-saiba-quanto-pus-tem-em-seu-leite/

    Bom apetite a próxima vez que for tomar seu café com pus, e sim, bem-estar animal tem TUDO A VER com o que você escolhe por no prato.

  31. Pedro Henrique Ferreira

    Tem bastante erro nesse texto. Uma gestação bovina é de 9 e não 10 meses. Nem sempre a inseminação é feita de forma artificial, e mesmo que seja, isso não é uma agressão, pois só é feito quando a vaca está em período fértil (ou seja, seu organismo está apto a receber o sêmen). Não é algo agradável, mas também está longe de ser um castigo. Há um tanto de sensacionalismo na parte do sofrimento extremo, pois se o sofrimento fosse tão extremo, o cortisol (hormônio responsável pelo stress) interromperia de forma catastrófica a produção do leite. E em vacas zebuínas o manejo de retirada de leite é em suma maioria com o bezerro ao pé. O paragrafo que diz: “São mantidos em pequenas caixas”, também não posso reconhecer como verdade, pois nunca vi algo assim. Mais uma vez há sensacionalismo na parte em que se diz “vivem uma miserável vida”. Tanto animais leiteiros (e principalmente eles), quanto animais destinados a corte são muito bem tratados durante sua criação (pois todo o stress é refletido na qualidade do produto final, seja ele carne ou leite, por tanto, quanto maior o stress, maior o prejuízo do produtor.) A vacas também não são forçadas a produzir leite, elas produzem naturalmente, pois organismo desses animais naturalmente o produzem em grandes quantidades devido a seleção genética desses indivíduos. Bovinos naturalmente vivem mais do que 20 anos. Conheço animais de até 30 anos de idade. E na produção leiteira, as vacas não são descartadas com 4, e sim com idade de 8 a 10 anos (isso em produções intensivas, pois aqui no Pará existem muitos animais de 15, 18, 20 e até mais anos). Minha função com esse texto não é proteger a produção de leite, e sim dar uma visão realista e cientifica (sou zootecnista) da realidade. Existem sim animais que passam por maus tratos, assim como pessoas e animais de estimação. O que escrevi a principio é o correto, mas existem criadores ignorantes, cruéis, e sem visão para negócios. Espero ter ajudado!

  32. Tatiana

    Bom dia, Marcos
    Gostaria de parabenizá-lo por sua enorme forçaem manter-se firme na defesa de seus ideais, apesar de toda ignorância e forças contrárias que você tem que enfrentar. Eu, se estivesse no seu lugar, talvez já tivesse desistido. Eu sou vegetariana, mas não consegui ainda me tornar vegana. Estou trabalhando para isso, masa minha fragilidade, a minha incapacidade de conciliar o meu paladar com as informações a respeito do sofrimento animal na produção do leite não me desperta ódio por você, mas sim uma necessidade de transformação pessoal. O estou tentando fazer é explicar (e entender) os motivos para tantos comentários agressivos, pois fiquei chocada com tanta violência gratuita.

  33. Marcos Autor do post

    Pedro Henrique Ferreira,

    “Uma gestação bovina é de 9 e não 10 meses.”

    – O tempo do artigo é aproximado. A gestação da vaca é de, geralmente, 270 a 290 dias, o que dá cerca de 9 meses e 1/2 (de qualquer forma, alterei o período, apesar da fonte original constar 10 meses, que é o tempo aproximado).

    Fonte:
    http://www.emater.mg.gov.br/doc%5Csite%5Cserevicoseprodutos%5Clivraria%5CPecu%C3%A1ria%5CInforma%C3%A7%C3%B5es%20sobre%20reprodu%C3%A7%C3%A3o.pdf

    “Nem sempre a inseminação é feita de forma artificial, e mesmo que seja, isso não é uma agressão, pois só é feito quando a vaca está em período fértil (ou seja, seu organismo está apto a receber o sêmen).”

    – É sim uma agressão, pois as vacas passam por este procedimento constantemente. É um processo absolutamente estressante para elas. Depois que seus filhotes nascem, o sofrimento é maior. Nada fará com que todo esse processo seja “bom” e “agradável” para as vacas – você mesmo disse isso, ou seja, o que está em discussão é o bem-estar dos animais.

    “’São mantidos em pequenas caixas’, também não posso reconhecer como verdade, pois nunca vi algo assim.”

    – Nunca viu, mas verá agora:
    null

    Obs: qualquer semelhança com o holocausto, não é mera coincidência.

    “A vacas também não são forçadas a produzir leite, elas produzem naturalmente, pois organismo desses animais naturalmente o produzem em grandes quantidades devido a seleção genética desses indivíduos.”

    – O leite não pode ser produzido sem a gestação, por isso a inseminação artificial, portanto, são forçadas.

    “E na produção leiteira, as vacas não são descartadas com 4, e sim com idade de 8 a 10 anos (isso em produções intensivas, pois aqui no Pará existem muitos animais de 15, 18, 20 e até mais anos).”

    – Elas são descartadas em média de 4 a 5 anos.

    Fonte:
    http://www.farmsanctuary.org/learn/factory-farming/dairy/

    “Minha função com esse texto não é proteger a produção de leite, e sim dar uma visão realista e cientifica (sou zootecnista) da realidade.”

    – Agradeço o empenho, mas de nada adianta todo um discurso “científico”, sendo que na prática o sofrimento que tais animais passam é extremo. Além disso, o leite faz mal para saúde.

    “Existem sim animais que passam por maus tratos, assim como pessoas e animais de estimação. O que escrevi a principio é o correto, mas existem criadores ignorantes, cruéis, e sem visão para negócios.”

    – A criação industrial é feita de forma a coisificar os animais. É um fato incontestável. É regra, não exceção.

    Do resto, obrigado pelo empenho!

  34. Marcos Autor do post

    Tatiana, em primeiro lugar, obrigado pelo seu comentário! Esses comentários agressivos daqueles que não são vegetarianos só demonstram que eles não estão com a razão, pois ficam reduzindo uma discussão à ataques, pois não possuem argumentos.

    Quanto ao fato de ainda não ser vegana, não se preocupe, o tempo chega. Abraços.

  35. Marcos Autor do post

    Danilo,

    “kkkkk Será mesmo que você faz psicologia Marcos? Se for, é um péssimo profissional. Começando pelo fato de querer rotular uma pessoa simplesmente por ela não derramar lágrimas ao ver uma picanha em um açougue.”

    – Não é rótulo, é constatação. Não sentir nenhum tipo de emoção ou empatia pelo sofrimento de um animal ou ser humano é comportamento psicopático, caracterizado por uma insensibilidade e falta de remorso. Portanto, o termo é aplicável, a não ser que você não se encaixe nos quesitos. Não se trata de “rotular”, mas sim de dimensionar o tamanho da insensibilidade.

    “‘Psicopatas’, sequer dariam atenção a esse assunto, como estamos fazendo.”

    – É mesmo, quem falou? E então, quer dizer que você se importa com o assunto?

  36. Diego Caspar VIas Boas

    Bom, aqui em sao carlos, o leite A ta mais barato q o de caixinha. E o Marcos insisitu me mostrar um video q nao é da agrindus e nem da fazenda as duas sao de processos industriais e mesmo assim nao torturam seus animais.

    Outra, claro ngm garante q o peq. produtor nao vai explorar seus bichos, mas vale de vc consumidor de pequenos produtores fazer a avaliaçao, onde eu compro aqui me sao carlos tb, leite do priodutor, suas vacas sao muito bem alimentadas, ficam com seus bezerros boa parte do tempo e sao livres para andar o dia todo.

    O leite, pode fazer mal em grandes quantidades, até sequestrar o calcio do seu osso ( é aí q ele piora a osteoporose) mas ele fornece algumas vitaminas (inclusive a b12 que todo ser precisa e os veganos ficam em deficit se nao suprir com comprimidos, mas mesmo assim a vitamina continua sendo de origem animal) e tb fornece um pouco de proteina.

    Sem falar q do leite se faz o queijo, a coalhada e o iogurte …gosto muito dos tres e como em pequenas quantidades, nao vejo como algo q faz mal, pelo cntrario percebo q complementa minha alimentaçao.

    Marcos, seu radicalismo as vezes e extremo de mais, vc fala como se vivessemos nos EUA, vc posta videos e imagens dos EUA, la sim a exploraçao é mto maior, la existe em todos lugares o Freestal (acho q assimq es creve), onde a vaca fica confianda o inverno todo dentro de um ambiente fechado, aqui no Brasil é bem, mas bem diferente das criaçoes americanas.
    O leite e a carne de la sao na grande maioria sim extraidos de algumas crueldades.

    O leite ainda alimenta (LEITE A …UHT de cu é rola, isso é lixo liquido) … Vem falar q o leite de soja é melhor?? todos sem excessao do sleites de soja do mercado, contem tantos produtos quimicos q se torna toxico… conservante, aromatizante, corante, uma mistureba de ingredientes… É BIZARRO…

    fica minha oipiniao sem agrdir ninguem.

  37. Danilo Oliveira

    “Não é rótulo, é constatação. ”

    Sim, está rotulando, é óbvio.

    ” Não sentir nenhum tipo de emoção ou empatia pelo sofrimento de um animal ou ser humano é comportamento psicopático, caracterizado por uma insensibilidade e falta de remorso.”

    Está sendo absolutista. Da mesma, como todas as pessoas que passam em uma açougue, eu não saio chorando. Todos que fazem isso, por sua definição, também seriam “psicopatas” kkkk

    “- É mesmo, quem falou? E então, quer dizer que você se importa com o assunto?”

    Então Marcos, para fazer esse tipo de pergunta (retórica) você definitivamente nada sabe realmente não sabe como a mente de um “psicopata” funciona… Sobre se importar, acho o assunto digno de alguma atenção, não da forma doentia e obcecada que alguns dão a ele, como se a vida de animais fosse a coisa “mais importante da face da terra” (coisa que só diz respeito, evidentemente, a uma crença). Você atribui uma importância inflada ao assunto, muito mais do que ele possui ou poderia possuir, Eu apenas o vejo de forma equiparável quando se discute o abordo, religião e de demais ideologias.

  38. Diego Caspar VIas Boas

    imagens sao de ane Mcartur/ We animals (todas as imagens q vc colocou no começo da materia sao da gringa, nada daquilo é no brasil)
    ai vc poe o site farmsanctuary (gringa)
    Seus argumentos sobre separar o bezerro, coloca-los em caixas, levar na carriola daquele jeito, inseminar manulamente todo ano, isso tudo foi tirado do modo de criaçao gringo…Seu texto e imagens seria muito legal mostrar la nos EUA…
    nao fz sentido isso aqui no Brasil…
    Faça uma materia contendo videos, fotos, e texto baseado na criaçao aqui e nao la..
    VALEU

  39. Danilo Oliveira

    Ele não possui isso Diego, pois todo o conteúdo do site, ou é escrito por ele mesmo (não sendo uma pessoa qualificada para falar sobre esse assunto, diferentemente de quem tem vivência com criação de animais), ou são cópias e traduções de textos que já se encontram na internet (que por sínal, são todos de sites proteção animal, nada que venha de uma fonte “neutra”, o que qualquer pessoa sensata hoje em dia, há de condenar,)

  40. Marcos Autor do post

    Danilo, sua presença nesse blog é útil para que os leitores vejam o quão pífios são os argumentos carnistas. Só por isso. Mas é nítida a sua obsessão. Você não desiste – aliás, não sei o que leva um sujeito a acessar um blog, defensor dos direitos dos animais, onde, segundo você, são “fanáticos”, no intuito de convencer todo mundo que você está com razão. Realmente, rótulos não bastam. O seu caso é complexo. Particularmente, não perco meu tempo discutindo com religiosos fanáticos, por exemplo. Já você… até gosta da ideia.

  41. Marcos Autor do post

    “[…]ou são cópias e traduções de textos que já se encontram na internet (que por sínal, são todos de sites proteção animal, nada que venha de uma fonte ‘neutra'[…]

    – O que seria uma fonte neutra para você, Danilo? Os seus ataques são seletivos. O engraçado é que você não comenta em artigos como:
    https://oholocaustoanimal.wordpress.com/2014/03/17/a-profundidade-emocional-de-uma-vaca/

    (Traduzido do The Guardian, site reconhecidamente “vegano”)

    https://oholocaustoanimal.wordpress.com/2014/03/03/os-veganos-sao-extremistas/

    (Le Monde, “vegano” também)

    E onde estão seus comentários sobre as previsões do Bill Gates e do Prêmio Nobel de Economia? Cadê?

    Ou quem sabe esse, NewScientist, assinado por neurocienstas reconhecidos internacionalmente.

    https://oholocaustoanimal.wordpress.com/2014/02/12/animais-sao-conscientes-e-devem-ser-tratados-como-tal/

    É, definitivamente, encarar os fatos e a realidade, não é com você.

  42. Danilo Oliveira

    Ad hominem

    Primeiro, nunca usei, nem aqui e em nenhum lugar, pois não é necessário. Argumentos para comer carne são tão necessários quanto argumentos para se fazer sexo.

    Segundo, estou aqui em uma fracassada, admito, tentativa de dialogar, ou você cria um blog da internet e acredita que vai ficar “de boa” sem ouvir críticas (apensar de você ignorar todas, e principalmente, a base de insultos, como se isso fosse uma resposta)?

    Terceiro, de forma alguma estou aqui para convencer alguém (diferentemente de você), no entanto, acho sensato e de muito bom-senso alertar incautos dessa disseminação irracional que você faz do assunto.

    Quarto, não perco tempo discutindo religião, o conteúdo da crença. Definitivamente, ao contrário do que estou fazendo, é prudente evitar falar com fanáticos (visto que só o que fazem é ver e ouvirem o que querem, fecham os olhos para tudo o que é contra sua ideologia), no entanto, é óbvio que a ideia não é essa, e sim tentar discutir o assunto. Se ele possui fanáticos que os defenda, é mera consequência.

  43. Marcos Autor do post

    Diego Caspar VIas Boas,

    “Faça uma materia contendo videos, fotos, e texto baseado na criaçao aqui e nao la..
    VALEU”

    – Infelizmente no Brasil a situação é feia. As irregularidades nos abates são bastante presentes. Assista:

    Portanto, se alguém come carne, financia tudo isso.

  44. Danilo Oliveira

    “- O que seria uma fonte neutra para você, Danilo? Os seus ataques são seletivos. O engraçado é que você não comenta em artigos como:”

    Não há nada para comentar ai. Não há espanto nenhum nisso. Apenas dentro da ideologia de vocês que não comer um animal por que ele tem sentimentos, faz sentido. Na prática, isso só constitui um critério subjetivo.

    “E onde estão seus comentários sobre as previsões do Bill Gates e do Prêmio Nobel de Economia? Cadê?”

    São as projeções deles. Se a coisa tenderia ou não dessa forma, nada tenho a dizer, e nem você.

    “Ou quem sabe esse, NewScientist, assinado por neurocienstas reconhecidos internacionalmente.”

    Um dado científico, mais a visão uma visão subjetiva. Dizer o que a respeito disso?

    “É, definitivamente, encarar os fatos e a realidade, não é com você.”

    Não tenho objeção alguma com essas informações, justamente por isso que nada teria a dizer. No entanto, há de ser prudente de reconhecer que isso, não é justificava para fanatismos amalucados.

  45. Marcos Autor do post

    Danilo,

    “Segundo, estou aqui em uma fracassada, admito, tentativa de dialogar, ou você cria um blog da internet e acredita que vai ficar “de boa” sem ouvir críticas (apensar de você ignorar todas, e principalmente, a base de insultos, como se isso fosse uma resposta)?”

    – Eu comento na base de insultos? Quando, onde e como? Dá uma olhada nos comentários do seu grande amigo “facto”. Veja como você é tendencioso.

    E se criei o blog permito o diálogo. Afinal, seus comentários estão aqui. Você é livre para continuar comentando distorções e ataques.

    “Quem aprecia utopias são vocês, veganinhos assustadinhos!”

    “kkkkk Será mesmo que você faz psicologia Marcos? Se for, é um péssimo profissional.”

    “Se existe, mostre para o mundo e fique rico negão!”

    “Terceiro. artiguinho vagabundo esse hein… Não disse nada.”

    “Vocês fariam isso? Não! Então assumam as implicações da postura de vocês! Que é taxativa! Preconceituosa! Parcial e incoerente com a realidade”.

    Agora os “veganinhos assustadinhos” podem chorar de rir com os seus comentários, desprovidos de qualquer bom senso.

  46. facto

    Pedro Henrique Ferreira,

    Obrigado por trazer lucidez e a realidade realmente ao presente blog.Os religiosos veganos do presente site vão te chamar de “especista” e de filho da indústria leiteira e da agropecuária, por contrapor a o que eles acreditam!

    E, claro, vão te encher de vídeos que retratariam sofrimentos dos bovinos, muitos dos quais, contudo, são realizados em países ou regiões onde não exista qualquer critério produtivo racional e de proteção ambiental. São a partir de tais vídeos da internete que os veganos generalizaram tal sofrimento a toda produção agropecuária mundial.Ou seja, os veganos lunáticos vão cometer mais e mais falácias!

  47. Danilo Oliveira

    “- Eu comendo na base de insultos? Quando, onde e como? Dá uma olhada nos comentários do seu grande amigo “facto”. Veja como você é tendencioso.”

    Pelo amor de Thor. É só olhar kkkkkk ninguém que lê seus comentários tem dúvidas disso kkkkkkkkkk

    “E se criei o blog permito o diálogo. Afinal, seus comentários estão aqui. Você é livre para continuar comentando distorções e ataques.”

    Viu como você não perde a oportunidade?

    “Parece que os “veganinhos asssustadinhos” podem agora chorar de rir com os seus comentários, desprovidos de qualquer bom senso.”

    Para quem pega a parte que lhe convêm e esquece todo o resto… você é realmente o contraexemplo do que prega. E ainda acima me acusa de ser “seletivo”…

  48. Danilo Oliveira

    Opa, “veganos lunáticos”! Mais um para a coleção dos “veganinhos assustadinhos”.

    Não, “veganzinhos assustadinhos” é de minha autoria. O Facto, tem um repertório próprio.

  49. facto

    Marcos ,

    Perceba o que eu disse :” os veganos lunáticos vão cometer falácias”. O que isso significa?
    Por um lado, que nem todo vegano é lunático, e ,por isso, os veganos que são lunáticos irão cometer falácia.

    Se, ao invés disso, tivesse colocado a frase desse modo “os veganos, que são lunáticos, cometem falácias ” ou “os veganos, lunáticos, vão cometer falácia”, estaria qualificando todos os veganos como lunáticos.Mas não foi o que eu fiz, meu caro!

    Se você tiver alguma dúvida sobre gramática, consulte o seguinte site :http://www.gramaticaonline.com.br/

    att.

  50. Diego Caspar VIas Boas

    MARCOS, SOU VEGETARIANO MEU CARO, NAO PRECISA MOSTRAR COISAS DE ABATE NO BRASIL…VC NAO TA FALANDO DE LEITE? POE COISAS DE LEITE AI DO BRASIL…

  51. Anônimo

    É, realmente nos faz pensar e sentir um certo incômodo, mas aí, pra ser correto de verdade, não se usa nenhum cosmético, não se toma antibiótico e não se consome uma série de produtos e serviços, pq são testados antes em animais. Aposto q quem escreveu esse texto e colocou essas imagens faz uso de uma série de outras coisas que usa animais como cobaias. Falso moralismo, isso sim!

  52. Danilo Oliveira

    Anônimo,

    “Aposto q quem escreveu esse texto e colocou essas imagens faz uso de uma série de outras coisas que usa animais como cobaias. Falso moralismo, isso sim!”

    Veganos afirmam não usar nada derivado de animais (nenhuma matéria prima, no qual tenham ciência, provenha de animais), no entanto, o falso moralismo existe (ou incoerência), principalmente em referência ao fato de quererem valorizar a vida de animais em detrimento do ser humano. Em casos de pesquisas com animais, eles, irracionalmente, querem que tudo pare completamente (mesmo sendo impossível), visando, tão somente, o ponto do uso de animais. Como uma consequência óbvia, esquecem-se totalmente de que há pessoas com várias enfermidades que dependem de remédios para viverem ou amenizar alguma enfermidade. Para quem prega, SUPOSTAMENTE a ética acima de TUDO, definitivamente não poderia esquecer, em seu raciocínio, de seres humanos também, certo? Pois é, mas é isso o que acontece.

  53. Luciana

    Leite de vaca não trás benefícios para a saúde ? AAAAAAH CAAAALA BOOOOCA.

    O autor deste blog é muito hipócrita, quase metade das coisas que pessoas que não são veganas comem vai leite.

  54. Marcos Autor do post

    Diego Caspar VIas Boas,

    Boa parte dos produtos lácteos do Brasil são importados, comprando em média quase 400 milhões de dólares em leite, de países como Argentina, Uruguai, França e Estados Unidos.

    Pior, os Estados Unidos, onde o padrão de maus tratos é muito presente, é o maior produtor, com cerca de 15% da produção mundial.

    Foto pra você da Fazenda São José, de Tapiratiba (SP), que produz 65 mil litros por dia de leite, referente às salas onde as vacas são ordenhadas – 275 animais a cada hora. Bastante “confortável”, não acha Diego?

    Ordenha em carrossel, em Brasília (bem “diferente” da produção de fora do país):

    Padrão Delaval:

    “Todos os dias milhões de animais são ordenhados, alimentados e mantidos por soluções DeLaval em mais de 100 países a nível mundial – e a DeLaval esta presente em mais de 10 000 produtores de leites em suas fazendas.”

    Fontes:
    http://www.milkpoint.com.br/cadeia-do-leite/giro-lacteo/balanca-comercial-importacao-apresenta-novo-recorde-no-ano-85476n.aspx

    http://www.gestaonocampo.com.br/biblioteca/brasil-gasta-114-mais-com-a-importacao-de-leite-ate-junho/

    http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-80502006000400004

    http://revistagloborural.globo.com/Revista/Common/0,,EMI193592-18282,00-FABRICA+DE+LEITE.html

  55. Danilo Oliveira

    Marcos, o que é necessário para uma pessoa se importar com animais? Empatia, certo? É possível forçar empatia alguém? Ou seja, é possível forçar que alguém sinta empatia por um determinado animal (ou pessoa), ou grupos de animais? Se você é psicologo, ou estuda psicologia, deveria estar muito claro para você, que a resposta é não. Empatia não está a controle de alguém, ela simplesmente é conquistada, ou despertada. A empatia não é advinda da razão e muito menos através de coação, mas de uma percepção honesta do outro e também é necessário certos atributos subjetivos para isso acontecer. No entanto, a empatia para com algum referencial emocional, não dura para sempre. Não existe nenhum ser humano na terra que distribua empatia gratuitamente, algo que venha naturalmente dele. O que pode acontecer em casos específicos, é que os sentimentos dessas pessoas é orientada através de crenças, do que é e o que deixa de ser, não a nível emocional diretamente. A nível emocional, não há como requerer que uma pessoa sinta empatia por um terminado animal se, ela mesma, não a sente de forma honesta. Como é claro, nosso sistema límbico não é racional, e, portanto, não faz sentido algum querer cobrar coerência da própria empatia por todos os animais, simplesmente pelo fato deles serem animais. Não é difícil perceber isso, que a base do que você, irrefletidamente, chama de ética. O fato, é que, não sendo nossas emoções racionais, nada mais natural que adquirirmos preferências por certas pessoas e também por certos animais. É assim que funcionamos naturalmente.

  56. Natalia

    Bom, Cristian, enquanto você depender desse tipo de leite para não ter osteoporose, sinto muito lhe informar, mas pode tomar litros de leite por dia que osteoporose você vai ter kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk… é esse pensamento que as industrias querem que vocês tenham. Procure outras fontes de cálcio, verduras e legumes por exemplo. Pena de você que depende desse fabuloso e saudável leite de todas manhas. Não sou vegana, mas o minimo de senso eu tenho e não falo essas besteiras. Pronto desabafei kkkkkkkk não poderia dormir sem ter dito essas palavras =D

  57. Danilo Oliveira

    Continuando…

    O que você, Marcos, antes de sair desfilando a acusações, insultos, fazendo coação moral (que nada tem a ver com empatia, muito pelo contrário), deveria se propor a fazer, é refletir o sobre a natureza da empatia. Faça uma introspecção, análise-a. Como já disse outroa, nossa nossos instintos são anteriores a qualquer tentativa de imposição ético-moral, logo, efetivamente, não faz sentido julgar algo diretamente relacionado a nossa natureza, como se ela mesma ligasse para isso. Basta pensarmos que a ética e a moralidade são construções, elas repousam sob a nossa psiquê, que, por sua vez, repousa em sua condição biológica. Em suma, claro que iremos parar em um absurdo (pois nada disso possui qualquer fundamento de fato), no entanto, se você quer promulgar valores éticos, precisa considerar os fatores que fazem com que isso aconteça, e o porque eles serem assim, que é basicamente algo a qual, suponho, você já deveria saber. Pensamentos binários e lusco-fusco como “você come carne? Sim? Como pode! Você é um psicopata, um ser repulsivo, imoral e outros achaques” queima demais e é muito improdutivo. Se você realmente leva a sério o que está fazendo, sugiro que tente conhecer primeiramente a sí mesmo para, posteriormente, ter o mínimo de decência (e empatia…. e olha a falta que ela faz) para poder afirmar algo, com seriedade, do outro. Aliás, só assim isso é possível.

  58. Caboblo Mamador.... kkkkkkkk

    Esse bando de ecochato que não tem nada pra fazer são um bando de desocupado, tentando impor uma opinião ridícula…. Adoro vitela…. adoro um leitão na brasa…. Uma costela de ovelha… hummmm… delicia… mas também gosto de alface…. quer ver uma alface produzida no sitio da minha mãe…. espetáculo! Desde a época da pre-história o homem e o animal caçam pra comer, ou vc acha que comiam alface? Pra mim esse sensacionalismo todo sobre a produção animal é hipocrisia pura…. Marcos… mas uma bucetinha vc come? Uma franguinha? Ou vc prefere um galetinho? Quem sabe um peru?

  59. joao

    Quanta merda escrita em um só lugar, isso é o que dar todo mundo querer fazer um site , maldita inclusao digital.
    abs: tem vacas que tem tratamento melhor que muito ser humano por ai mais muito mesmo
    #fechaessesite

  60. Camila

    Não é bem assim que as coisas funcionam não. Esse artigo está escrito sem nenhuma base cientifica, parecendo conto para criancinhas, tentando causar “dó” no leitor e nao informar a realidade das coisas. Para quem conhece pelo menos um pouco da produção leiteira sabe que não é assim. Nunca que um bezzero vai ser desmado com 3 dias vida, e quando são criados com privação de movimentos tem uma certa finalidade de produção de um tipo de carne, custa caro para o produtor. A maiir parte de bovinos de corte é criada a pasto e com certa qualidade de vida sim, hoje em dia mais ainda, nao interessa ao produtor boi doente, magro, desnutrido! E esse sistema de produção leiteira que ilustra o artigo é um dos melhores do mundo, bem equipado, tecnológico e com preparo do pessoal que lida com ele e sem judiar das vacas produtoras, como eu já disse anteriormente, animal doente nao interessa ao produtor, só da despesa e produz menos, o que não é o objetivo deles, e além disso a reprodução ocorre tanto do modo artificial como do natural. Busque bases para seus artigos e nao tentar chocar a população leiga com informações errôneas.

  61. Marcos Autor do post

    Camila,

    “Não é bem assim que as coisas funcionam não. Esse artigo está escrito sem nenhuma base cientifica, parecendo conto para criancinhas, tentando causar ‘dó’ no leitor e nao informar a realidade das coisas.”

    – Sério mesmo? Uma pena que você rejeite a realidade. Depois de tantos vídeos e imagens do nosso próprio país, continuar negando os fatos é agir com fanatismo. Mas, para você: qual é o valor de uma vida?

    https://oholocaustoanimal.wordpress.com/2014/02/16/qual-e-o-valor-de-uma-vida/

    “Nunca que um bezzero vai ser desmado com 3 dias vida, e quando são criados com privação de movimentos tem uma certa finalidade de produção de um tipo de carne, custa caro para o produtor.”

    – Mera afirmação, sem valor nenhum.

    “A maiir parte de bovinos de corte é criada a pasto e com certa qualidade de vida sim, hoje em dia mais ainda, nao interessa ao produtor boi doente, magro, desnutrido!”

    – O produtor não está interessado no sofrimento dos animais da indústria do leite.

    “E esse sistema de produção leiteira que ilustra o artigo é um dos melhores do mundo, bem equipado, tecnológico e com preparo do pessoal que lida com ele e sem judiar das vacas produtoras[..]”

    – Verdade? E qual indústria pagou pra você comentar isso por aqui?

  62. Marcos Autor do post

    Anônimo, se você disse que isso é uma “besteira” tão grande, então não deve, no mínimo, ter analisado a literatura científica sobre o tema. Abaixo, artigos científicos para você:

    A população de países que consomem menos leite possuem menos fraturas ósseas – ou seja, a ideia de que o leite animal fortalece os ossos é um mito:
    http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/11684522

    Este outro, veja a conclusão:

    “Os dados não suportam a hipótese de que um maior consumo de leite ou derivados, por mulheres adultas, previne fraturas no quadril ou no antebraço”:
    http://ajph.aphapublications.org/doi/abs/10.2105/AJPH.87.6.992

    “Poucas evidências suportam as orientações nutricionais voltadas, especificamente, para o aumento da ingestão de produtos lácteos como eficaz na promoção da mineralização óssea em crianças e adolescentes”:
    http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15741380

    Dá uma olhada no aumento gritante da incidência da osteoporose, nos EUA, entre 1995 e 2006. Período que o consumo de leite só aumentou:
    http://archive.ahrq.gov/news/newsletters/research-activities/sep09/0909RA36.html

    Já este livro, desmascara a crença de que o leite é bom para a saúde:

    KEON, Joseph. Whitewash: The Disturbing Truth About Cow’s Milk and Your Health. New Society Publishers, 2013.
    http://books.google.com.br/books/about/Whitewash.html?id=xrJHONg4PZMC&redir_esc=y

    “Leite não previne osteoporose e possivelmente contribui para o desenvolvimento de doença cardiovascular e câncer de próstata” – (Physicians Committee for Responsible Medicine, Good Medicine 2, Spring 2001:23)

    Está satisfeito ou preciso mandar mais?

  63. Camila

    Amigo em nenhum momento eu disse a você sobre os benificios do leite ou nao para a saúde humana. Nem tudo o que comemos é pensando no bem que o alimento vai nos proporcionar, se fosse assim quase não existiriam pessoas doentes certo? As pessoas também comem as coisas pelo simples fato de gostarem delas, de lhes satisfarem.
    Tudo o que eu lhe disse, é porque pelo menos um pouco eu Já vi e estudei sobre o assunto. Você esta condenando a produção leiteira, fazendo afirmações falsas sobre como realmente ela é. Procura saber como ela realmente funciona, visite algumas e você vai ver que o que escreveu ta mais para sensacionalista do que realista.
    Uma vida para mim tem muito valor, ainda mais se tratando de um animal tanto é que eu dedico a minha vida a elas, para salva-las e lhes proporcionar o maior bem estar que elas possam ter; sim ainda sou uma aprediz, mas isso nao diminui a minha consideração e amor por elas.
    Nao sou paga por ninguém, nem conhecia esse blog, vi por acaso e quando li nao concordei com o que estava escrito.

  64. Marcos Autor do post

    “Você esta condenando a produção leiteira, fazendo afirmações falsas sobre como realmente ela é.” – Verdade Camila? Quais informações? Os vídeos e as fotos das fazendas industriais já demonstram, com clareza, o verdadeiro inferno que são tais lugares. E te passei um texto, com um visitante de uma fazenda dessas. Não sei se você leu. A situação é séria. Precisamos parar já de consumir algo que não é nosso.

    Aliás, toda essa discussão é quase que inútil, porque o leite da vaca não é para o ser humano. Não precisa ir além disso. Ponto final.

  65. Camila

    Claro que nem tudo funciona perfeito e nunca funcionará, existem sim fazendas que nao agem como deveriam, mas tem muitas empresas e fazendas sérias, que pensam sim no bem estar animal. Não podemos julgar todas por uma ou algumas.
    Sobre o leite de vaca nao servir para nos humanos é um ponto de vista seu

  66. Marcos Autor do post

    Camila, por favor, não comece a fazer malabarismos mentais. O ser humano não precisa do leite da vaca, da girafa, seja de qualquer outro animal. É um FATO. Não é ponto de vista – aliás, já indiquei vários artigos científicos sobre isso. Nada disso são “pontos de vista”. Se você não quer aceitar isso, então qualquer conversa será jogada no lixo.

  67. Nº 4

    Sabe, por mais que eu apóie a causa vegana/vegetariana (apesar de que ainda como carne e tomo leite, etc), eu não creio que simplesmente tentar convencer as pessoas a virarem veganos ou afins vá funcionar, até pq tem os que ignoram e tem aquele que não querem abrir mão de seu conforto (e pode me inclur nisso, já que vai me chamar de hipócrita qnd falei que apóio a causa). O ideal seria criar leis e petições afim dos bem tratos dos animais, pq é inviável economicamente e socialmente, hoje em dia, converter todo mundo.

    Continue protestando e convencendo as pessoas de sua causa, até pq vc me tocou, por assim dizer, mas não prometo mudar. Mas quero que vc pense grande, algo que realmente mude o mundo, pouco a pouco, mas mais eficiente doq simplesmente convencer 1 por 1.

  68. Pedro Abreu

    Nº 4

    Seu discurso é irracional e comodista. O que muda o mundo são pessoas comuns. Acha que alguma mudança virá de cima? Políticos e grandes indústrias são os menos interessados em mudar qualquer coisa. O poder de mudar a realidade do sofrimento animal repousa nas mãos de cada consumidor. Se pararmos de comprar sofrimento e morte, não haverá mais interesse em produzir sofrimento e morte.

    A razão mais importante por trás do abuso e tortura desses animais é que os consumidores estão enviando a mensagem de que explorar, maltratar e matar animais por prazer – por carne e secreções as quais nós não temos necessidade biológica de consumir – é moralmente aceitável.

    Ashley Capps, escritora e ativista vegana.

    E o objetivo principal do Blog não é bem “convencer”, mas sim informar visto que a maioria das pessoas que participam do ciclo de crueldade contra os animais, o fazem não por vontade própria, mas sim por ignorância, tanto dos níveis de crueldade empregados nas fazendas industriais, quanto da própria capacidade de senciência dos animais que lá se encontram, sem falar no prejuízo ambiental gigantesco e insustentável da pecuária e pesca comercial.

    Você mesmo, já viu algum documentário sobre fazendas industriais? Sabe o que um animal suportou antes de chegar no seu prato? Se não, sinta-se nosso convidado. Visite a seção de documentários do Blog:
    https://oholocaustoanimal.wordpress.com/2014/01/25/documentarios-recomendados-conheca-o-holocausto-animal/

    Pra fechar, petições sobre direitos para os animais? Eu assino, em média, umas 5 POR DIA. Seguem algumas das últimas (aproveite e assine também):
    http://www.thepetitionsite.com/372/928/829/swiss-zoo-euthanizes-healthy-bear-cub-to-prevent-it-from-being-killed-tierpark-dahlholzli-shame/
    http://www.thepetitionsite.com/351/399/378/stop-the-uk-badger-cull/
    http://www.change.org/pt-BR/peti%C3%A7%C3%B5es/procurador-geral-do-mp-rn-rinaldo-reis-salve-do-abate-milhares-de-jumentos-no-nordeste
    http://www.change.org/pt-BR/peti%C3%A7%C3%B5es/mcdonald-s-diga-n%C3%A3o-%C3%A0-crueldade-contra-as-porcas
    http://www.change.org/pt-BR/peti%C3%A7%C3%B5es/beto-richa-governador-aprove-o-projeto-de-lei-que-pro%C3%ADbe-testes-em-animais-para-cosm%C3%A9ticos-no-paran%C3%A1
    http://animalpetitions.org/4157/commend-organization-for-providing-medical-care-for-animals/
    http://animalpetitions.org/4159/stop-shielding-controversial-animal-researchers/

  69. Daniel

    Porque essas bestas humanas não vão tomar no meio do cú e param de escrever merda ?
    Alias nem tinham nada que estar aqui num site vegano ! É só pra torrar o saco e justiifcar a exploração e os maus tratos aos animais ! Um bando de psicopatas que acham que estão “no topo da cadeia alimentar” mas que nao durariam 2 minutos na frente de um buffalo, um Leopardo, um Tubarao, ou se bobear nem na frente de um Touro. Que porra de “topo de cadeia alimentar é essa” ?? Escravizam outras espécies por meio da força advinda de armas porque sem elas nao conseguiriam.

  70. Anônimo

    A crueldade com que os homens são capazes de tratar os animais, é evidente que não olham a meios para atingir fins..e os fins são o seu dinheiro, a sua riqueza…não respeitam os sentimentos dos animais porque acham que eles não sofrem…mas eles amam como qualquer ser humano…eles sentem …há que dar uma volta a estas situações….não consumir carne nem leite…sejamos mais racionais…porque afinal a carne e o leite que se consome é produto
    de má qualidade, porque os animais são alimentados com rações…farinhas feitas das carnes dos próprios animais….É BOM?????
    AMEMOS OS ANIMAIS….RESPEITEMOS OS
    SENTIMENTOS DOS ANIMAIS….

  71. Anônimo

    É pá, cada vez estou mais convencido que está tudo parvo da cabeça. Coitadinha da vaquinha e do porquinho e da galinha que teem de morrer para os cruéis e insensiveis humanos se possam lambuzar em fartos banquetes, e das alfaces e dos broculos ninguem tem pena??? sujeitas a torturas desde a nascença onde são alimentados com mer** dos outros animais e borrifados com outras merd** que não lembra a ninguem só para não ter bichos parvos a comer-lhe as entranhas … e as laranjas?! espremidas até não dar mais. Rapaziada, fumem tabaco e deixem as drogas de lado, vocês estão todos mamados dessa marmita.

  72. diogo

    Cara, o texto é bom… apesar de obvio tem muita gente que não se conscientiza disso. Quanto aos comentários que buscam diminuir o sentido do texto simplesmente ignore. Acredito que se o movimento contra a escravidão tivesse acontecido em uma época com acesso a internet iriam existir pessoas se manifestando contra e ia ter gente escrevendo em baixo comentários irônicos como esses acima. Acontece que a sociedade esta se adaptando , uma revolução a favor dos animais não irá acontecer de uma hora para a outra mas cada vez mais as pessoas iram mudando , e é interessante observar isso acontecendo aos poucos, a pouco tempo atras não existia esse movimento “pró carne de boi” que vemos hoje onde todo vegano que expõe sua opinião é criticado . Tenho certeza que no futuro os direitos dos animais seram respeitados e a humanidade vai mudar sua forma de conviver com eles e isso ira acontecer por causa de pessoas como você.

  73. Marcos Autor do post

    Diogo, concordo com o seu comentário. Todo tipo de ideia nova enfrenta este tipo de resistência. Se formos ver, os direitos dos animais é algo extremamente recente na história. O tempo demonstrará as mudanças. Abraços!

  74. renata

    Marcos! Muito bom seu texto, e sinceramente não ligue para essea comentários frívolos, de pessoas que com certeza posso afirmar, opss antas da cidadea, bebezões não desmamados que precisam de leitinho e nescauzinho para começar o dia. Eu já namorei neto de fazendeiro, e sei realmente que a realidade é assim e para pior, mas parabéns, o texto está ótimo e continuem assim… com as sinceras desculpas a vc, aqueles q criticaram seu post com argumentos inuteis, porque nao vão lá mamar nas tetas das suas respectivas mães… até elas secarem…

  75. Ronise

    Bem,sou vegetariana,e depois de ver o descaso com as vacas,confesso que vou tentar me tornar vegana.
    Mas,muito mais importante,seria termos como base o respeito pela filosofia de vida de cada um. Não vejo a necessidade de queremos transformar o mundo,pois isto “um dia”vai acontecer,mas depende muito mais da consciência aflorada de cada indivíduo. E isto meus caros,só vem com a transformação interior,uma coisa que não adianta pedirmos a ninguém,ela acontece,com o tempo.
    Fiquem em paz!!

  76. Ano

    Não percebo a lógica deste texto!
    Decidiu procurar as piores imagens para denegrir a indústria do leite!
    Quando quiser fazer uma publicação deste género tente ir ao terreno e ver várias explorações.
    Já agora gostava de poder perceber qual é o problema da inseminação artificial, já que não encontro nenhum!
    Fique sabendo também que muitas pessoas gostam de assistir a ordenhas na nossa exploração, algumas gostam até de participar e se fosse algo tão nojento e pouco higiénico essas mesmas pessoas não beberiam mais leite, muito menos aquele que daqui levam!

  77. Vânia Costa

    Antes de escreveres posts absurdos, vai fazer o trabalho de casa e estuda o assunto em condições. Existe regulamentação e regras para a indústria de leite e carne, o bem-estar tem de ser sempre assegurado.
    Ignorância…

  78. Marcos Autor do post

    “Existe regulamentação e regras para a indústria de leite e carne, o bem-estar tem de ser sempre assegurado.”

    – A piada do dia.

  79. facto

    Nao, Marcos,A piada do dia é dizerem que o ” texto” é bom.Que texto?Só há fotos e frases sensacionalistas e mentirosas!

    Quem diz que esse lixo é “bom” se auto proclama analfabeto funcional e pateta!

  80. Marcos Autor do post

    Regra dos imbecis: continuar repetindo a mesma merda até alguém dar alguma atenção ou resposta. Você é um completo idiota, facto.

  81. Rodrigo Moreira

    Ridículo é achar que o animal é produto ou coisa de propriedade humana, ainda mais quando algum carnista diz que tem que consumir mesmo, querendo impor uma “verdade” contra mais de 100 milhões de vegano, sociedade internacional vegana e a sociedade internacional de academia científica! Bom, eu pouco tempo teremos o acréscimo de veganos no mundo, quando vocês carnista fanáticos, militantes coisificam o animal, destroem o meio ambiente, causam dor, estresse, medo e pânico, morrerem, que será em pouco tempo, não que eu queia o mal de alguem, mas que essa coisificação fanática irá mudar, o mundo vai ficando mais limpo de sofrimento, sangue e mais respeitoso e digno de viver!!

  82. facto

    Rodrigo Moreira,

    Nos” carnistas” destrúímos o meio ambiente?

    Você usa carro?A poluição gerada pela queima de combustível dele prejudica o meio ambiente:

    http://vadebike.org/2009/07/a-demonizacao-dos-automoveis/http://vadebike.org/2009/07/a-demonizacao-dos-automoveis/

    Ademais, se você utiliza combustíveis fósseis nos seus veículos automotores e veículos coletivos, além de borracha, plásticos, poliéster, chicletes, giz de cera, meia calça e etc( materiais que utilizem derivados de petróleo), você também é responsável por isso:

    http://nossomeioambiente01.blogspot.com.br/2011/12/vazamento-de-oleo-no-campo-do-frade-na.html

    ” …Pelicanos lutavam para se livrar da camada de óleo que se acumula na água, enquanto outros esticam, sem utilidade, suas asas cobertas do produto. Pássaros e golfinhos mortos cobrem as águas, enquanto conchas que costumavam ter um brilho perolado nos meses de junho estão pintadas de vermelho…”http://aldeneslopes.wordpress.com/2010/06/05/desastre-ambiental-na-costa-do-golfo/

    Mais desastres naturais causados pelo derramamento de petróleo no Brasil:
    http://ambientes.ambientebrasil.com.br/energia/acidentes_ambientais/principais_acidentes_com_petroleo_e_derivados_no_brasil.html

    Você utiliza, também, fogão, geladeiras e etc?Pois bem, para a produção de aço e seus insumos, ocasiona-se a degradação do meio ambiente :

    http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Impactos-Ambientais-Causados-Pela-Companhia-Sider%C3%BArgica/264408.html

    Você utiliza energia elétrica?Você também é responsável por isso:

    http://www.ppe.ufrj.br/ppe/production/tesis/wlemgruber.pdf

    http://mundoestranho.abril.com.br/materia/qual-o-impacto-ambiental-da-instalacao-de-uma-hidreletrica

    E, por fim, o impacto ambiental pela produção de soja:

    Os sistemas monoculturais, como a soja, foram viabilizados graças aos avanços
    do setor industrial agrícola e das pesquisas nas áreas de química, mecânica e genética.
    Este pacote tecnológico data do início da década de 1970 e ficou conhecido como
    “Revolução Verde”. Este advento levava a crer que o aumento da produção e
    produtividade agrícola proporcionado por ele solucionaria a questão da fome no mundo
    (EHLERS,op. cit.)”http://www.anppas.org.br/encontro_anual/encontro2/GT/GT05/clarissa_barreto.pdf

    http://site-antigo.socioambiental.org/nsa/detalhe?id=1903

    Enfim, você, vegano, também é destruidor do meio ambiente.O que voce vai fazer agora?vai se suicidar ou vai criar um estado psicológico de negação da realidade?Como você é patético!

  83. Nei FX

    Ao ler alguns comentários, percebo o quão a nossa sociedade é estúpida. Tem pessoas, que aparentam certa propriedade e cultura, e a utilizam, para defender o sua omissão e ignorância da verdadeira realidade. Alguns ainda pensam no leite, como na fazenda da vovó… mas não é mais assim.

    Com o principio, de que o homem pode se apropriar da natureza e dos seres que a habitam, é que estamos destruindo o nosso planeta. Focando nos bovinos, se a nossa história justifica ainda os explorarmos, creio que também devamos voltar a “pular de galho em galho”, a morar em cavernas, comer lesmas, cagar no chão da sala… e por vai.

    Foram essas as etapas mais longas da nossa existências, por que não o fazemos mais? Evolução! é a resposta. E devemos parar de evoluir?

    Na pré-história os bovinos eram seres temíveis, com personalidade, e marcantes na face do planeta, até que nossos antepassados raptaram seus filhotes e começaram a cria-los em cativeiro, dessa forma, a humanidade criou um nova espécie, escrava e submissa como vemos nas vacas atuais, fizemos o mesmo com nossos índios, ainda bem que não resolvemos comê-los.

    Hoje podemos produzir tudo do que precisamos… Os recursos provindos da carne e do leite hoje são dispensáveis, não mais comemos carne ou leite por necessidade, mas por paladar… ou seja, gostamos de comer coisa morta… gostamos do gosto do sangue… isso me parece pouco evoluído. fx

  84. Danilo Oliveira

    Nei,

    evolução biológica, nada tem a ver com evolução… moral?

    Independente da interpretação ética/moral, o fato é que a carne é saudável (e não é a ética que poderia desmentir isso. Fatos são fatos, crenças morais são crenças morais), nosso organismo absorve melhor proteínas e aminoácidos de alimentos de origem animal do que vegetal. Somos onívoros por natureza justamente porque essas propriedades da carne como alimento, foram fontes de energia eficiente para nossos corpos. Fáceis de se conseguir, e um alimento completo. Comer carne favoreceu nossa sobrevivência como mais um meio de se conseguir recursos na natureza em algum momento da história natural de nosso gênero de primata. Não estou entrando em méritos “éticos-morais”, apenas nutricionais. Xinguem à vontade. Carne é saudável!

  85. Marcos Autor do post

    É não somente nítido, como inacreditável, a campanha que o Danilo e o Facto continuam fazendo contra o movimento dos direitos dos animais. Além de fazer comentários mentirosos, querem convencer todo mundo que os veganos estão errados.

    Falta muito pouco para vocês dois serem bloqueados. Vão vomitar bobagens longe daqui. Ninguém está de piada aqui.

    Quanto à carne ser “saudável”, não é isso que as pesquisas científicas vêm demonstrando:
    http://www.scientificamerican.com/article/diet-high-in-meat-proteins-raises-cancer-risk-for-middle-aged-people/

  86. Nei FX

    Danilo… você se prende na premissa da sua própria deficiência humana, sua moral está tão perturbada quanto a sua dependência da carne. Sua afirmação sobre as qualidades do “produtos” de origem animal estão corretas, ao analisarmos a pré-história humana, acho bom você se manter por lá…

    Faça um favor a você mesmo… continue comendo sua carne e seu leite… e eduque seus filhos dessa forma, faça esse “bem” a eles… Sugiro também que os leve a um matadouro buscar seu bife, e depois na indústria láctea para separar o pus do leite que vão beber.

    Mas deixe em paz os vegetarianos, não te fazem mal, e a causa independente da sua opinião, é menos controvérsia que a sua… pois ninguém é morto por isso… apesar de nada valer a você… Desejo a você muita gordura, com muito torresmo… você e sua família merecem…

  87. Nei FX

    Senhores… se informem… quem mais consome a SOJA são os animais que vocês comem, a soja é hoje sua principal ração… aliado aos imensos pastos, fica claro a degradação ambiental…

    Eu mesmo raramente como soja… aliás, vegetarianos acordem também… substituir carne por soja não é um alivio ambiental…

    Apesar de não ser esse o foco de um vegetariano, e sim, não “matar pra comer”… não “comer coisa morta”… ter uma “alimentação mais leve”, menos traumática…

  88. Wagner Sartor

    Olá, me chamo Wagner, não sou vegetariano e gostaria de fazer uma observação a qual havia me pensado uma vez que, no meu entender, mostra como a ética que os vegetarianos afirmam é deficiente e que, somos mais voltados a dar preferência a nós mesmos do que a outros animais.

    Apesar de não discordar da dieta vegana, eu penso que a ética a qual eles dizem se basear e esse aclamado alarde em prol dos animais falho e, muitas vezes hipócrita.

    Apesar de já existirem problemas sócio-econômicos com relação a obtenção de alimentos de origem animal, como também, existirem deficiências nutricionais em dietas puramente a base de alimentos de origem vegetal, além de tal hábito não estar introjetado em diversas culturas pelo mundo, eu proponho um raciocínio simples, que evidencia apenas como a ética a qual eles alegam se orientar, mostra-se apenas condicionante a certas circunstâncias, demonstrando que sua prática cairia por terra de uma forma extremamente simples em um cenário hipotético. mas vou propor uma radicalização simples, com uma consequência clara a seguir.

    Suponha que não exista a possibilidade de explorarmos nossa alimentação a base de alimentos de origem vegetal. Não existiria qualquer combinação de vegetais capaz de suprir nossas as nossas necessidades nutricionais (e não apenas uma deficiência nutricional que parece ser o que acontece na realidade, visto que na dieta vegana tem suas carências como um todo, que são supridas a bases de suplementos), e que, apenas as fontes animais estivessem disponíveis (não preciso dizer que é o melhor recurso natural que supre nossas necessidades, sendo completas e sim, ao contrário do que disseram acima, sadias) Para onde iria a ética?

  89. Marcos Autor do post

    Olá Wagner, em primeiro lugar agradeço o comentário. Porém, devo reiterar que existe um grande equívoco em achar que uma dieta vegana é precária nutricionalmente – isso não é verdade.

    A ética animal, obviamente, não fica circunscrita no âmbito da ciência, mas vai para além, como na alimentação e na forma como nos relacionamos com as outras espécies. E isso não tem nada a ver com hipocrisia. Pelo contrário, se buscamos um mundo com virtudes éticas e morais aplicáveis, isso não pode ficar restrito à nossa própria espécie, pois a noção de ecologia revela que não estamos separados do restante da natureza.

    Os direitos dos animais não são pressupostos absolutos e intocáveis, mas um modo de eliminarmos a escravidão, em todas as suas formas, que estão muito presentes em nossa cultura.

    De volta para a questão nutricional, se você conhecesse alguns atletas que adotam uma dieta vegana, mudaria completamente a noção de que veganismo é sinônimo de regime. Veja:
    https://oholocaustoanimal.wordpress.com/2014/03/10/patrik-baboumian-recordista-mundial-de-forca-a-minha-forca-e-a-minha-compaixao/

    Frank Medrano (vegano):

    Veja esta entrevista:

  90. Pedro Abreu

    Wagner Sartor

    Veganos matariam animais e comeriam carne, se fosse uma questão de sobrevivência. Só essa frase já é suficiente pra jogar seu texto inteiro no lixo, mas vamos explorar um pouco mais a sua ignorância:

    como também, existirem deficiências nutricionais em dietas puramente a base de alimentos de origem vegetal

    visto que na dieta vegana tem suas carências como um todo, que são supridas a bases de suplementos

    Todas as organizações de saúde do mundo discordam de você. Uma dieta vegana é perfeitamente saudável e segura, e a única suplementação que alguns veganos (nem todos) utilizam é a vitamina B12. A propósito, VOCÊ TAMBÉM usa essa suplementação, já que animais criados em confinamento e com alimentação artificial também não fornecem B12 suficiente, e por isso eles recebem suplementação artificial.
    Fonte: http://freefromharm.org/health-nutrition/b12-magic-pill-veganisms-achilles-heel/

    Pra reforçar meu argumento, segue uma listinha de veganos que não aparentam muito estarem desnutridos:


    além de tal hábito não estar introjetado em diversas culturas pelo mundo

    Grande argumento. Segue uma listinha de alguns hábitos que já foram introjetados em culturas ao redor do mundo:
    Sacrifício humano/animal
    Pena de morte por crimes religiosos
    Pedofilia
    Escravidão
    E a lista segue…

    Tudo isso deveria ter continuado porque era hábito então, certo? SQN.

  91. Wagner Sartor

    Olá Marcos,

    bem, eu não disse que é precária, disse que é deficiente, há uma diferença de entendimento nesses dois termos. Entendo que a ética animal tenha sua importância, mas o cenário que eu hipotetizei, de forma geral, diz respeito justamente a impossibilidade de universalizar essa ética, como também, sua parcialidade. Só perceba que a consequência óbvia do cenário que coloquei mostra uma falha nítida nessa ética, sendo que seu exercício seria totalmente condicionante ao que, é mais útil ao ser humano do que aos animais. Isso porque somos nós mesmos que estamos no comando. Claro que é uma cenário geral, mas essa mesma condição existe só que o fator de impedimento não é exatamente não ser possível se alimentar integralmente de vegetais, mas sim, sócio-econômico. Se você reconhece que os direitos dos animais, no caso, não são absolutos, então, sugiro que os veganos não ofereçam o veganismo como se fosse, pois, se ele depende de condições, e não há um parâmetro ético externo para se basear, então, não faz sentido sua pregação. Torna-se uma adoção de cunho pessoal.

  92. Marcos Autor do post

    Wagner, deficiência também não é um termo aplicável às dietas veganas.

    A Associação Dietética Americana, que é, simplesmente, a maior organização do mundo de profissionais de alimentação e nutrição, já emitiu, em 2009, a seguinte declaração:

    “Dietas vegetarianas e Veganas bem planejadas são apropriadas para todos os indivíduos durante todas as fases do ciclo de vida, incluindo na gravidez, na lactação, na primeira infância, na adolescência e para atletas.”

    Veja o relatório completo:
    http://www.vrg.org/nutrition/2009_ADA_position_paper.pdf

  93. Wagner Sartor

    Pedro Abreu, em primeiro lugar, não insultei ninguém em nenhum momento, então, sugiro que você responsa com a mesma cordialidade.

    Você disse:
    Veganos matariam animais e comeriam carne, se fosse uma questão de sobrevivência.

    Sabe o que isso significa? Que a ética que vocês afirmam sustenta-se por elementos condicionantes a seu favorecimento e que, se algum deles ruírem, ela automaticamente cai junto. Como disse acima, não existe um parâmetro externo a se basear em tal ética, sendo que ela não é obrigatória. Seu exercício honesto tem mais raízes emocionais do que razão e ética, ao menos, é isso o que se apresenta. Exatamente como a ética nesse caso de universalização, é um ideal, a forma com que os veganos tratam essa questão, em comparação do que é e como deveria ser, mostra que há problemas de desencontros no modo de conduta.

    “Veganos matariam animais e comeriam carne, se fosse uma questão de sobrevivência.”

    De maneira alguma. O que me referi sobre introjetar, é que as pessoas não incluem e não tem o hábito de tratar animais da mesma forma com que tratariam uma pessoa, ou, menos ainda um ente querido. E isso acontece naturalmente, não por motivos éticos. Rotular como “especista” essas pessoas, só tem sentido dentro da própria acusação de especista, e não sobre uma hábito, comportamento ou uma crença que seja. A visão geral do ser humano, até mesmo por instinto, embora tenha orientações religiosas envolvidas é, antropocêntrica. Não digo que é correta ou não, mas apenas que isso acontece. Algo que li e concordo, é que não foi a presentado ainda, um argumento claro e convincente sobre a igualdade das espécies, e em qual aspecto isso deveria ser considerado. Suspeito que a única resposta possível seja sobre a dita “senciência”, mas isso também não esclarece muita coisa.

  94. Pedro Abreu

    Premissas falsas baseadas em cenários hipotéticos esquisofrênicos inexistentes, discurso implícito de que o “humano está no comando, e portanto pode fazer o que quiser”, insistência de que “não há um parâmetro ético para se basear”, associação do veganismo com “hipocrisia” e “pregação”, desconsideração premeditada e reducionista de toda a situação de escravidão e tortura em que estão submetidos os animais, dizendo que o veganismo tem que ser tratado como “adoção de cunho pessoal”, e pra fechar, o mesmo uso errado e abusivo de vírgulas.

    Marcos, sou só eu que tenho a impressão de já ter visto esse discurso demente antes? O Danilo voltou com um nick diferente (Wagner Sartor). Onde é que fica mesmo aquele botãozinho do BANIMENTO? Não estou achando ele aqui…

  95. Wagner Sartor

    Perdão pelo duplo post. Estava com a resposta copiada do ctrl+c e postei errado acima. a citação que comentei foi essa “Tudo isso deveria ter continuado porque era hábito então, certo? SQN”

  96. Marcos Autor do post

    Pedro, infelizmente a premissa adotada está sendo a mesma.

    “Como disse acima, não existe um parâmetro externo a se basear em tal ética, sendo que ela não é obrigatória.”

    – Wagner, se você levar esta premissa em conta, nem mesmo a ética humana existira. Você percebe o quão absurdo é levar este seu pensamento a este nível?

    O grande problema daqueles que dizem que a ética animal é uma causa “pessoal” ou “inventada” pelo ser humano, é o seguinte: se a ética animal for ignorada, o mesmo vai valer para humanos. E justamente, neste ponto, há a revelação que o problema com os direitos dos animais passa a ser pessoal e emocional, para estes indivíduos. Ou seja, é o contrário.

  97. Wagner Sartor

    “Dietas vegetarianas e Veganas bem planejadas são apropriadas para todos os indivíduos durante todas as fases do ciclo de vida, incluindo na gravidez, na lactação, na primeira infância, na adolescência e para atletas.”

    Pelo que eu saiba Marcos, há muitas informações conflituosas a respeito dessa dieta. Alguns falam que ela não é recomendadas para crianças em fase de crescimento, por exemplo.

    Poderia postar um link onde esses estudos foram conduzidos, como também, a metodologia?

  98. Wagner Sartor

    “Como disse acima, não existe um parâmetro externo a se basear em tal ética, sendo que ela não é obrigatória.”

    “- Wagner, se você levar esta premissa em conta, nem mesmo a ética humana existira. Você percebe o quão absurdo é levar este seu pensamento a este nível?”

    Não há premissa, e não há absurdidade alguma, isso é uma constatação. Na inexistência de um parâmetro externo, só resta um critério pessoal e subjetivo de adoção.

    “O grande problema daqueles que dizem que a ética animal é uma causa “pessoal” ou “inventada” pelo ser humano, é o seguinte: se a ética animal for ignorada, o mesmo vai valer para humanos. ”

    Não, pois não há fundamento que justifiquem a existência de uma igualdade entre homens e animais, por isso que é arbitrário. Não estou com isso querendo dizer que atrocidades estão justificadas, apenas que tentar atribuir igualmente entre animais e homens torna-se arbitrário.

  99. Marcos Autor do post

    Wagner, a declaração da Associação Dietética Americana é resultado de um consenso científico. O relatório que indiquei para você possui mais de 200 referências, as quais você pode consultar a metodologia e de que forma tais estudos foram conduzidos. Seria interessante que você lesse o relatório completo.

    “Não, pois não há fundamento que justifiquem a existência de uma igualdade entre homens e animais, por isso que é arbitrário. Não estou com isso querendo dizer que atrocidades estão justificadas, apenas que tentar atribuir igualmente entre animais e homens torna-se arbitrário.”

    – Então, me diga: qual é o fundamento que justifica a ética humana?

    O critério da ética animal é a senciência, ou seja, a capacidade de sofrimento. A igualdade é de consideração – até porque não faz o menor sentido você falar de direito de votos e cidadania de um cachorro, vaca ou seja qual for o outro animal.

    Se existe algo que é arbitrário é exatamente a perspectiva de que somos superiores aos animais, seja biologicamente ou eticamente. Achar que ética só vale para humanos, isso sim é arbitrário, pois trata-se de uma perspectiva exclusivista, e, portanto, prejudicial ao coletivo.

    Se possível, aguarde a publicação do próximo artigo, falará exclusivamente sobre a ética dos animais, definida pelo filósofo Peter Singer.

  100. Wagner Sartor

    “- Então, me diga: qual é o fundamento que justifica a ética humana?”

    Podemos entender a ética como um acordo que visa a boa convivência. Não há fundamentos na ética, pois ela é um conjunto de práticas normativas que apenas visam a boa convivência. Ela vale pela sua utilidade.

    “O critério da ética animal é a senciência, ou seja, a capacidade de sofrimento. A igualdade é de consideração – até porque não faz o menor sentido você falar de direito de votos e cidadania de um cachorro, vaca ou seja qual for o outro animal.”

    Certo. Mas, considerar isso também é arbitrário. Há quem vai considerar isso, direta ou indiretamente, e há quem não vai.

    “Se existe algo que é arbitrário é exatamente a perspectiva de que somos superiores aos animais, seja biologicamente ou eticamente.”

    Não diria superiores, mas, como somos nós mesmos somos quem faz o uso da ética, acaba ficando a nosso critério onde e quanto somos éticos, e quando não o somos.

    “Achar que ética só vale para humanos, isso sim é arbitrário, pois trata-se de uma perspectiva exclusivista, e, portanto, prejudicial ao coletivo.”

    Bem, podemos pensar que a ética, na impossibilidade de ser universalizada, só o que pode fazer é servir como uma ferramenta dentro de um ciclo de convivência e de acordo com os valores de quem faz seu uso. Para uma mesma questão, podem existir, no âmbito humano, duas respostas diferentes e igualmente válidas, apenas diferindo no quesito circunstância. Como fiz o exemplo, bastaria não ser possível, para quem releva animais ao patamar de alimentação, não ter de onde tirar seu sustento, que animais automaticamente passariam a ser exclusos da ética do sujeito. Isso mostra que, na tentativa de servir uma certa quantidade de pessoas e animais, a mesma facilmente é rompida no que concerne a sobrevivência individual. Bem, claro que isso se torna previsível dentro da ética, pois ela é flexível junto a racionalidade, porém, é essa mesma característica que a torna impossível de ser universalizada. Há um outro detalhe digno de nota também, que é o fato da ética agir de acordo com algo intrinsecamente irracional, que são nossas emoções. Universalizar a ética é impossível, justamente por essa ter como base a natureza individual (e também irracional) e não exatamente um parâmetro normativo alheio o que pensa o sujeito. Assim sendo, a razão parece ficar “no meio” da emoção e da ética. A ética seria um resultado de alguma solução emocional do sujeito com relação ao seu meio e a razão apenas seria a ferramenta intelectual que a orienta.

  101. Marcos Autor do post

    Wagner, ao contrário do que você está afirmando, a ética humana, animal ou seja lá qual for, é uma discussão filosófica complexa, que não foi tirada da cartola mágica do coelho.

    Muitas vezes, diante dos dilemas éticos, seguimos nossas emoções. Isso porque, evolutivamente falando, elas nos guiam para aquilo que nos traz um melhor resultado – mas nem sempre isso é verdadeiro. Aí que entra o bem-estar coletivo. E é nele que a ética deve pautar-se. Escravizar os animais não é algo que prejudica somente a eles, mas sim ao planeta inteiro, incluindo o ser humano.

    É impossível falar que a ética animal é arbitrária sem acreditar que estamos separados do restante da natureza. Mas nós não estamos. Este é um fato; não crendice ou emoção.

  102. Wagner Sartor

    Marcos,

    “Wagner, ao contrário do que você está afirmando, a ética humana, animal ou seja lá qual for, é uma discussão filosófica complexa, que não foi tirada da cartola mágica do coelho.”

    Sim. Mas nem me referi a seus desdobramentos, mas sim, que a universalização de uma ética, por causa que essa terá se desenvolverá de acordo com as inclinações do indivíduo e da cultura a qual esse está inserido, tende a não ser adotada, pois essas reflexões sobre a ética se fecham na lógica da própria ética, e essa trata das questões de forma normativa, não descritiva. A ética trata racionalmente das questões do bem-viver, mas, mesmo essa sendo válida a seus fins, sua adoção depende de condições intrinsecamente irracionais. Com isso, o que se vê é a impossibilidade de generalizar uma determinada ética para todos a adotarem, mesmo essa tendo validade. É tentar dialogar a razão com uma característica intrinsecamente irracional, que são nossas emoções e instintos. Quando a razão confronta a irracionalidade, infelizmente, essa perde, pois, logicamente, a irracionalidade não se subordina a razão. Caso não tenha sido bem explicado, a irracionalidade que me refiro, é sobre nossa própria natureza, ou, se ficar mais claro, nossas características biológicas.

    “Muitas vezes, diante dos dilemas éticas, seguimos nossas emoções. Isso porque, evolutivamente falando, elas nos guiam para aquilo que nos traz um melhor resultado – mas nem sempre isso é verdadeiro.”

    Não é bem para um “melhor resultado”, mas sim, para garantir a própria sobrevivência, ou de quem temos algum laço afetivo. Foi isso que a seleção natural esculpiu na vida durante bilhões de anos. Nossas emoções, se ficarem em conflito com nossas crenças, essas praticamente sempre acabam sendo favorecidas, pois exercem mais influência em nossa ação do que condutas normativas ou, até mesmo, a razão.

    “Aí que entra o bem-estar coletivo. E é nele que a ética deve pautar-se.”

    Claro, mas reitero novamente que esperar uma adoção de um determinado critério normativo, por todos, mesmo se tiver argumentos, não servirá para nada.

    “É impossível falar que a ética animal é arbitrária sem acreditar que estamos separados do restante da natureza.”

    Racionalmente, sim. Porém, estou vendo a questão fora da esfera ética, ou seja, o porquê de não fazermos isso. A conclusão é de que, as pessoas adotam o que querem arbitrariamente, por meio de suas emoções. Rara e posteriormente que padrões normativos são recorridos. No entanto, a base da própria ética que é sustentada por fatos irracionais (nossas emoções), e é simplesmente por isso que argumentos racionais, não funcionam com nossas emoções. É simplesmente por isso que religiosos não se tornam ateus por argumentos, que ideólogos não abandonam sua estrutura de ideia depois de serem refutados. No caso, devo concordar que essa extensão da ética para com animais, teoricamente, se faz relevante. No entanto, isso em sí mesmo torna-se ideal pois isso depende de pessoas para acontecer, é uma crença de que as pessoas abandonariam suas crenças para incluírem uma princípio normativo em suas vidas.

    “Mas nós não estamos. Este é um fato; não crendice ou emoção.”

    Sim. E outro fato é que a universalização de princípios ideativos, independente de terem ou não razão, tendem a não serem adotados. E, se me permite dizer, é por isso que tantos grupos, sejam esses veganos, religiosos ou ideólogos, precisam fazer uma pregação de suas ideias. É mais fácil chamar a atenção das pessoas através de suas emoções, do que de sua razão. Mas, penso que o veganismo não precisaria disso, pois tem lá seus méritos. Cabe destacar também, como uma crítica, que essa postura de muitos veganos de, controversamente, serem “superiores” simplesmente por sua filosofia de vida como também, serem bastante violentos quanto a críticas, sejam essas de cunho nutricional ou filosófico a sua postura, é algo que só presta desserviço a imagem que, supostamente, deveriam estar passando. Na prática, não porque supor que a causa animal seja mais importante do que a pobreza, por exemplo. Isso que eu já analiso mais como condutas pessoais do que dignas de serem exemplos a seguir. Tal como é mais elegante uma pessoa que acredita em Deus e não prega sua crença para meio mundo, do que um fanático querendo converter o máximo número possível de pessoas.

  103. Marcos Autor do post

    Três coisas:

    1. O veganismo não é pregação de nada, é uma consequência do reconhecimento da extensão ética.

    2. Não confunda filosofia de vida com fanatismo. São coisas completamente diferentes.

    3. Se você diz que alguns veganos se dizem ou se sentem “superiores” aos outros, eu posso te falar de milhões ou bilhões de humanos que se sentem superiores, de fato, aos animais. A arrogância que você evoca não está com os veganos.

  104. Wagner Sartor

    “1. O veganismo não é pregação de nada, é uma consequência do reconhecimento da extensão ética.”

    O veganismo de fato não é pregação, pois é uma filosofia de vida. Veganos sim que fazem pregação.

    “2. Não confunda filosofia de vida com fanatismo. São coisas completamente diferentes.”

    Eu não confundi nada, veganos é que confundem. Fanatismo também é outra consequência negativa de quem se dedica a esse assunto.

    Para esses dois pontos Marcos, lamento, mas a realidade de muitos veganos que se vê, não é essa. Devo dizer até que nem é a sua pelo que vi aqui até agora, e nem do Pedro Abreu, que presumo, seja vegano também. Nem me conhece, e já me chama de ignorante, além de vir com acusações gratuitas e confusas. Além de meus comentários terem sido negativados por tabela, sem justificativa alguma. Como vocês pensam que as pessoas vêem isso? Deveriam achar louvável esse comportamento? Eu não acho.

    “3. Se você diz que alguns veganos se dizem ou se sentem “superiores” aos outros, eu posso te falar de milhões ou bilhões de humanos que se sentem superiores, de fato, aos animais.”

    Simplesmente por isso ser uma tendência antropológica, não ideológica, que é o caso dos veganos.

    “A arrogância que você evoca não está com os veganos.”

    Bem a arrogância surge quando esses julgam que sua crença estaria acima de qualquer crítica, não apenas com uma posição ontológica acerca disso.

    É interessante lembrar da frase de algum pesador que disse: “Se os cavalos pudessem pintar, os Deuses teriam cara de cavalo”. Ou seja é uma caracteristica própria de estar vivo achar-se especial, isso a nível ontológico. Mas, no caso dos veganos, a situação que vejo é as avessas. Eles querem igualar os animais aos humanos, e sente-se superiores a quem não compartilha de sua filosofia de via. Isso é um belo de um contrassenso. Não se dão conta que nada há de especial nisso, que é tão somente uma resposta ética como é qualquer outra. Não há qualquer mérito além dos efeitos práticos dessas postura de que alguém poderia se orgulhar. Mas o fato é isso acontece. Lamentavelmente. Em uma posição que defende que não somos superiores a outras espécies, esses mesmas pessoas consideram-se superiores a quem não compartilha ou segue-a.

  105. Marcos Autor do post

    O único que está fazendo generalizações é você. Rotulando e classificando os veganos. Infelizmente, é impossível manter qualquer tipo de discussão saudável com um sujeito que possui este tipo de comportamento. E ainda quer exigir que os outros positivem seus comentários… Francamente.

  106. Wagner Sartor

    Bem, Marcos, eu esperava alguma contra-argumentação ao que eu disse, não acusações gratuitas e irracionais. No entanto esse seu texto acima, cheio de arrogância e presunção, confirma o que escrevi, viu como acontece? Não preciso dizer mais nada quanto a isso. E eu não “exigi” positivação alguma, apenas me estranhei que meu comentários estavam sendo negativados, sem nenhuma razão aparente. Depois, percebi que isso aconteceu com todos… E o critério de vocês é bem simples. Quando o post é conveniente, ele é positivado. Quando é inconveniente, negativado. Bem, eu não ligo essa estupidez, mas não deixa de representar, de forma simples, que o site é muito parcial ao assunto, o que o faz perder qualidade, se a tem de fato, pois eu não cheguei a ler nada, apenas ver essas imagens e perceber o conteúdo apelativo que nela consta.

  107. Marcos Autor do post

    Danilo, não precisa escrever mais nada. Por acaso, seu IP já denunciou da onde você veio. Por isso, já podemos ver o seu perfil patético e ridículo. Não perca mais seu tempo aqui.

  108. Marcos Autor do post

    Danilo, obrigado por fazer este favor e mostrar aos outros leitores como você é infantil e estúpido. Sinceramente, nem sei mais o que dizer.

  109. Marcos Autor do post

    Pedro, estou impressionado com nível patológico do indivíduo. Nunca imaginei que pudesse encontrar alguém assim em toda a minha vida. O cara leva na piada um assunto tão sério. Deprimente.

  110. Wagner Sartor

    Nossa senhora…. eu não levei a sério um ultimato vagabundo que vocês deram… Estou me sentindo um… sei lá… um Deus? Bom… o fato que vocês são dois comédias. Sério que você nunca viu uma pessoa fazer outra de trouxa na sua vida marcola? Que sonhador… que inocente… que comédia… E você, só mostra o que é conveniente. Gente assim não sobrevive na internet não tiozão. Ou você acha que as pessoas são idiotas para levar essa bosta de blog a sério? Você é um novato, uma amador, uma símio que faz macaquices e depois quer banana em matéria de internet e comunicação. Continue a fazer as pessoas de idiota, que você descobrirá o que trouxa, sempre foi você! Você e esse chupa saco, pau no cu do caralho que tenho NOJO só de olhar ou escrever o nome.

    Quero ver se você colocará esse texto também ou fingir que nunca aconteceu, pois você eu sei que lê! E você gosta de fazer teatro moral de bom moço. Mas que se foda, deixa eu ir que me deu azia agora.

    Fui (mas fica ninja hein? Vai se acabo aparecendo de novo…)!

  111. Marcos Autor do post

    Surtou de vez, hein? Só aprovei esse comentário pra mostrar como você é baixo, infantil e ignorante. Para mostrar que tudo o que você comentou aqui não vale nada. Você acha mesmo que suas palavras estúpidas me machucam? No mais, só posso rir…

    E se quiser aparecer de novo, quem vai perder tempo é você.

    “Toda verdade passa por três estágios. No primeiro, ela é ridicularizada. No segundo, é rejeitada com violência. No terceiro, é aceita como óbvia.” – Arthur Schopenhauer

  112. talita

    Marcos
    Vi seus comentários e sua indignação,revolta ou sei lá do que chamar. Mais a realidade da produção de leite brasileira não é tão agressiva assim, talvez a Sr não tenha muito convívio com animais de grande portes. Se ver como são criados os bezerros no sistema de casinhas isto é bem melhor para seu desenvolvimento , nas casinhas eles recebem leite 2 vezes ao dia, ração( quando já capazes de fazerem a digestão), tem espaço para andar na corrente, são remanejados de tempos em tempos para que não permaneça em casinhas úmidas e quando capazes de se auto sustentar vão para piquetes … . E as vacas que são remanejadas sem bezerros ao pé são em sua maioria da raça Holandesa, e pra ser bem sincera com vc elas não sentem nem falta, na grande maioria, e as que sente falta não dão leite sem seu filho junto, já as Zebuínas são muito maternais logo trazem bezerros ao pé. Com relação ao descarte das vacas a idade não é aos 4 anos pois o inicio do período produtivo de nossas vacas são com 2 e pouco, bem próximo dos 3, então é inviável descartá-las aos 4 anos de idade, em algumas fazenda o que se faz é trocar os animais de rebanhos ou seja de uma fazenda para outra para isso existe vários leiloes. Com relação a inseminação, não causa danos as vacas tão assim por que elas tem que ciclar para serem inseminadas e cio entra pela boca (boa alimentação, nutrição correta), e aplicação de hormônios de nada vale se o animal não for nutrido corretamente, e onde há nutrição não há aplicação de hormônios. Com relação ao bem estar me parece que o mundo esta um pouco por fora da realidade vivida em nossos rebanhos , pois para grandes produtores o sistema de criação é top já que stress causa grande perda de produção de leite dia e também diminuição na vida produtiva e reprodutiva, e para os pequeninos produtores suas vacas são suas amigas, onde a relação entre o homem do campo e os animais é de troca (um mantem o outro vivo) e não há somente retirada dos animais, há também muito a ser oferecido a estes, pois quem trabalha com bovinos também ama estes, então cuidado com o que diz vc não conhece a realidade do nosso pais.

  113. Marcos Autor do post

    Talita, todos os fatos apresentados aqui – bem como vídeos, fotos do nosso próprio país – comprovam que o seu comentário está profundamente equivocado. Não dá pra confundir uma fazenda industrial com um “sítio da vovó”, por favor, né.

    “Se ver como são criados os bezerros no sistema de casinhas isto é bem melhor para seu desenvolvimento , nas casinhas eles recebem leite 2 vezes ao dia,[…]”

    – Ah sim. Você deve ser capaz de me explicar como uma caixa minúscula (que você está chamando de “casinha”) pode fazer bem para o desenvolvimento de um bezerro, que foi tirado da própria mãe, sem poder beber o leite que é do seu direito, mas que foi roubado por um ser humano. Não existe justificativa para nada disso. Nunca existiu e nunca haverá.

  114. talita

    Marcos meu comentário não esta equivocado, só que vc esta fazendo um julgamento de uma forma que não se encaixa a nossa realidade, chega ser absurdo do jeito como vc coloca as coisa. Fica claro que o Sr nunca pisou em um curral.

  115. talita

    Quais videos? dos maus tratos aos bezerros! puta violento uns fdp a queles idiotas que fazem isto, mas dai vc acha que é em todas as fazendas que acontece isso?
    O vídeo ode a sala de ordenha é em sistema carrossel! vc deu uma olhada no numero de vacas que tinha esperando na sala de ordenha? em quantas fazendas mais existe este sistema?

  116. Marcos Autor do post

    O padrão da indústria é esse. Retirar um bezerro de uma mãe é cruel de qualquer jeito – seja na fazenda que for. Nós não temos esse direito. A agressão é intrínseca em tal sistema.

  117. talita

    Este seu pensamento não esta correto, posso te mostrar isso na pratica e sei que seu pensamento sobre o tão grande sofrimento irar mudar.

  118. Marcos Autor do post

    Pode mesmo? Me fale como um bezerro pode ficar bem longe da própria mãe. Também me diga como uma vaca pode ser saudável tendo gestações forçadas a todo momento. Além disso, me explique como você quer tomar um leite que não é seu, e mesmo assim querer encontrar um único argumento, que tente justificar o injustificável. Me diga como tudo isso é moralmente aceitável.

    Mas sabe por que você nunca vai conseguir fazer isso? Porque está negando a própria realidade. Seu primeiro comentário é a prova disso.

  119. talita

    Nenhuma gestação ocorre se o fisiológico e anatômico da vaca estiver bem cuidado, ou seja ela dita quando emprenhar. Se vc quer pensar pelo lado de consumirmos algo que não foi produzido por nos tamos ferrados pois somos os maiores parasitos da face da terra. E nenhum bezerro morre por não ficar 24 horas com a mãe, eles são mamíferos muito independentes. E é bíblico que podemos nos alimentar de animais, então se Deus fez os animais para alimentar o homem.

  120. Marcos Autor do post

    Talita, não me passe vídeos de pequenos produtores, tampouco vídeos de marketing, que estes, com certeza, pouco importam. Estamos falando de produção de larga escala.

    Pior, quer dizer que é “bíblico” nos alimentarmos dos animais? Pouco me importa, menos ainda. A Bíblia é um livro especista e escrito por homens, arrogantes, que criaram Deus à sua própria imagem e semelhança.

    Se realmente você quer justificar todas as minhas perguntas por conta de um livro chamado “Bíblia”, por favor, melhor desistir já.

    “[…]pois somos os maiores parasitos da face da terra.”

    É, nisso você tem total razão.

  121. Pedro Abreu

    talita

    E é bíblico que podemos nos alimentar de animais, então se Deus fez os animais para alimentar o homem.

    Segue uma listinha de mais algumas coisas que a Bíblia ensina ou aprova:

    * Autorização para matar a pedradas, na soleira do próprio pai, uma noiva que não era virgem: Deuteronômio 22,13-21

    * Ordem para apedrejar um homem por catar gravetos num sábado. Detalhe: deve morrer da mesma forma qualquer um que se recuse a participar do apedrejamento:
    Números 15, 32-36

    * Autorização para entrega das duas filhas virgens para o estupro coletivo por uma turba ensandecida, em nome dos anjos do Senhor:
    Gênesis 19, 7-8

    * Ordem para o genocídio de homens, mulheres, crianças, e até os seus animais domésticos:
    Josué 6, 21

    * Como espancar o seu escravo:
    Êxodo 21, 20-21

    * E segue…

    Qualquer um que tire do bolso esse livro estúpido da idade do ferro pra utilizá-lo em uma discussão racional, já prova instantaneamente que não tem muito boa noção da realidade, pra dizer o mínimo.

    Aproveitando o post e mudando de assunto sobre o chilique ridículo do “Wagner Sartor”:
    Danilo sendo Danilo, em toda a sua essência. 100+

  122. Biia

    Pedro Abreu,
    “Porque em verdade vos digo: até que o céu e a terra passem, nem um ” j ” ou um ” til ” jamais passará da Lei, até que tudo se cumpra. Aquele, pois, que violar um destes mandamentos, posto que dos menores, e assim ensinar aos homens, será considerado mínimo no reino dos céus; aquele, porém, que os observar e ensinar, esse será considerado grande no reino dos céus” (Mt 5.18-19).

    * Como espancar o seu escravo: Êxodo 21, 20-21″ ??? tem certeza que é isso mesmo que diz na Palavra ??
    Pois o que diz é o seguinte:
    ” Se alguém ferir seu escravo ou escrava com um pedaço de pau, e como resultado o escravo morrer, será punido. Êxodo 21: 20 ”

    ” * Ordem para o genocídio de homens, mulheres, crianças, e até os seus animais domésticos:
    Josué 6, 21″.
    A Palavra é clara em Exodo 20: 3 – 5 ” Não terás outros deuses diante de mim.
    Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.
    Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.”

    Foi sim ordenado a destruição de Jericó pois era uma nação idólatra, e na Palavra confirma o porque da destruição. Em Deuteronômio 7: 9-10
    “Saibam, portanto, que o Senhor, o seu Deus, é Deus; ele é o Deus fiel, que mantém a aliança e a bondade por mil gerações daqueles que o amam e obedecem aos seus mandamentos.
    Mas àqueles que o desprezam, retribuirá com destruição; ele não demora em retribuir àqueles que o desprezam. “

  123. Pedro Abreu

    Biia

    Não existe contexto que justifique essas atrocidades, e tentar encontrar um só demonstra o abismo moral em que você se meteu em nome da sua religião.

    Mas de qualquer forma, se quer adotar a Bíblia como manual de vida, que tal deixar de ser hipócrita e começar a segui-lo? Segue pra você uma orientação de ninguém menos do que o evangelista Paulo, extraída do próprio Novo Testamento:

    A mulher aprenda em silêncio, com toda a sujeição.
    Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio.

    1 Timóteo 2:11-12

    As vossas mulheres estejam caladas nas igrejas; porque não lhes é permitido falar; mas estejam sujeitas, como também ordena a lei.
    E, se querem aprender alguma coisa, interroguem em casa a seus próprios maridos; porque é vergonhoso que as mulheres falem na igreja.

    1 Coríntios 14:34-35

  124. Biia

    Legal que você citou ” meu marido” e ” igreja” que eu saiba, você não é meu marido e não estamos na igreja. E pelo que eu saiba, o mundo de hoje não está como antes seu machista hipócrita, tenho pena de sua mulher ( se tiver ) de não poder falar e nem ensinar estando com você.
    Faça-me rir

  125. talita

    Pessoas que não sabem fazer o uso da bíblia, tentando humilhar o próximo. Que feio, ainda bem que existe juízo final. É coleguinha Biia estamos mesmo enroladas com este povo que acha que conhece de tudo do mundo, tem um narizinho em pé, mas na verdade não detem o conhecimento nem da umidade. KKKKKKK só rindo

  126. talita

    Pessoas que não sabem fazer o uso da bíblia, tentando humilhar o próximo. Que feio, ainda bem que existe juízo final. É coleguinha Biia estamos mesmo enroladas com este povo que acha que conhece de tudo do mundo, tem um narizinho em pé, mas na verdade não detem o conhecimento nem da humildade. KKKKKKK só rindo

  127. Biia

    Pedro Abreu, não ” tentei encontrar” um contexto só, pelo que você viu, te dei vários versículos provando o quanto você estava errado naquele comentário.
    E você também não me conhece pra dizer que sou hipócrita e que não sigo o que diz a Palavra. E uma dica pra você, leia o texto todo e não apenas uma parte dele como você vem fazendo para se argumentar.

  128. Pedro Abreu

    Mulheres defendendo a Bíblia é algo tão insólito e irracional quanto um judeu defendendo o Mein Kampf. Mas, não se pode libertar um escravo que ama as suas correntes.

    talita e Biia: vão com o Deus de Israel. Vocês e a sua religião se merecem.

  129. Biia

    Cara, então no seu dizer a Bíblia não foi escrita para mulheres ? hahaha, você deve ser comediante né ?
    E legal que ninguém falou em religião, você que diz saber da bíblia Pedro, mandou versículos tentando argumentar suas ideias ridículas, deveria saber que ” religião” foi criada para separar povos e causar intrigas. Porém, creio no único e verdadeiro Deus, não me escondo atrás de ” religião” para ter minha fé.

  130. Marcos Autor do post

    As pessoas querem vir defender o massacre dos animais, ou seja lá o que for, com base em um livro retrógrado, ignorante e completamente favorável ao princípio da violência e da imbecilidade. Não é de surpreender que cada vez mais as pessoas tenham abandonado a religião.

    Usar a Bíblia como justificativa para qualquer tipo de coisa só comprova o nível de ignorância, onde, quando impossível argumentar por meios racionais, utilizam-se de meios irracionais e ilusórios.

  131. talita

    Marcos fofura, jamais foi tentado defender o massacre aos animais, só queria dividir o que sei sobre a realidade a qual vc colocou como negativa a todos os aspectos. Sou uma amante dos animais, e loucamente encantada com vacas, então a anos de mina vida vivo no meio delas, e o Sr tentou generalizar uma coisa que não há como, pois em cada casa é um caso ou em cada curral é um cuidado. O Sr coloca de uma forma que destorcem os fatos (e nem tente negar ) o Sr não conhece a capacidade de um bovino, seus limites, o que eles gostam ou o que eles não liga, não tem como comparar bovinos com humanos e nem especie alguma com outra espécie. Com relação a Bíblia, ela não é um livro ilusório e sim um complemento para aqueles que tem fé, é logico que para ler a bíblia e a entender tem que ser uma pessoa madura de espirito. E para seu entendimento quem tem ou segue uma linha de religião sim ira abandonar qualquer coisa mesmo, pois fé não é religião, crer e estar com Deus não é ato religioso. O Senhor nosso Deus é algo maravilhoso, só ele ama de verdade, perdoa sinceramente, e sei que vc e o Sr Pedro Abreu serão perdoados pelo grande erro que estão cometendo quando se referem com tanto descaso e incredulidade a algo que liga o céu a terra (pois é através da bíblia que o Senhor mostra, conversa com seus servos), irei orar pela vida de vcs, é visível que necessitam da misericórdia do senhor.

  132. jose ademilde rodarte

    se o leite fizesse mal, a população mundial seria mesmo de 1/4 da existente, e deveria ser proibido,mas como o consumo é bastante elevado, a produção tem que ser alta, então alguém tem se sacrificar , ou os animais ou o ser humano, a escolha é livre

  133. Cristhian F. Freitas

    Aos que pensam que leite faz bem ao ser humano adulto, assista este importante vídeo, feito por um médico cardiologista e nutrólogo! Tal vídeo é repleto de referências científicas!

  134. marcelo

    los vegetales no tienen inteligencia,los animales tambien no, y los seres humanos pareciera que no la tuvieran,Lo que existe es una dependencia,los tres reinos son inteligentes,solo bastaría un poco de equilibrio y no ser radical,en este plano,todos dependemos de todos,la industria degenera los alimentos,este es otro problema……………………..

  135. AC

    Seja exagero ou mentira excessiva do fato, a exploração do homem sobre a natureza e sobre ele próprio é real. Somos exploradores, detratores e destruidores do ambiente e dos seres vivos deste planeta, que nomeamos Terra, e que vive bilhões de pessoas e culturas e religiões que em sua evolução vem tornando-se intolerante a tudo e todos ( como é possível visualizar até nos comentários aqui). Somos exploradores predatórios e com a baixa consciência estamos fadados a nossa extinção. E digo somos, sim, pois você, ele e eu somos seres humanos, os responsáveis pelo que está acontecendo neste planeta, independente de ideologias, religiões e alimentações que sustentamos. Pois não conseguimos sobreviver fora da ” civilização” que criamos, estaremos sempre dependente de nossas loucas invenções e processos de vivência e sobrevivência. Somos os diabos que tornaram este lugar prisão e inferno, inclusive para nós mesmos. E eu sinto muito.

  136. Isaias Oliveira

    As civilizações humanas nasceram e evoluíram todo este tempo ingerindo leite e seus derivados; E também comendo carne de todo o tipo. A humanidade jamais chegaria onde chegou comendo folhinha e cenourinha. Isso é coisa para almofadinhas e metidos a riquinhos. Quem trabalha no pesado ou mesmo quem tem que ir para o campo de batalha não consegue viver de folhinhas e mimimi. Homem de verdade come carne, vísceras (rim, coração, fígado…), vegetais, cereais, frutas, leite e derivados e tudo mais que a natureza tem a nos oferecer. Os seres humanos são ONÍVOROS por natureza. De onde vem essa obsessão em querer mudar a natureza alimentar dos humanos?
    Por outro lado, o leite que ingerimos hoje (eu tomo pouco leite) não é o mesmo tomado por nossos antepassados. Além da enorme quantidade de hormônios, vacinas e outras substâncias estranhas presente no leite, o mesmo é quase estéril devido a industrialização.
    A homogeneização do leite quebra em pequenas partes as grandes moléculas de gordura que, antes do processo, eram retidas no estômago. Mas após a homogeneização, essa gordura passa para corrente sanguinea carregando consigo todos os hormônios, vacinas e sabe mais lá o quê que é dado às vacas.
    Nada como o leite da fazenda, que ao sair da vaca vai direto para a panela ser fervido e então consumido in natura ou em forma de iogurtes, queijos e etc.

    (Troll mode) Os vegetais também merecem viver. Diga não ao consumo de vegetais

  137. Marcos Autor do post

    Isaias Oliveira, seu comentário está cheio de preconceitos e equívocos. Você acredita que:

    1. Veganismo é sinônimo de fraqueza. Falácia pura, pois existem vários atletas veganos. Inclusive, o homem mais forte da Alemanha é vegano:
    https://oholocaustoanimal.wordpress.com/2014/03/10/patrik-baboumian-recordista-mundial-de-forca-a-minha-forca-e-a-minha-compaixao/

    2. Só é possível “chegarmos aonde chegamos” (aonde chegamos?) comendo carne. Outra mentira, pois o que nos torna humanos não é o consumo de carne. Antes de despejar bobagens deveria estudar o mínimo de neuropsicologia:
    https://oholocaustoanimal.wordpress.com/2014/04/25/derrubando-o-mito-comer-carne-nos-tornou-humanos/

    3. A exploração do passado justifica a exploração no presente. Sim, ao longo da história, exploramos as outras espécies.

    Quanto ao seu apontamento ignorante sobre os vegetais, já comprovou que você não está aqui para debater com seriedade. Aliás, não sei o motivo de ter levado a sério esse seu comentário esdrúxulo.

  138. Rafael Brener

    Que leite faz mal eu sei , mais de vez em quando um leite com nescau é gostoso , e fazer o quê se tem vacas , bois e bezerros que sofrem , não que seja certo mais há varios humanos tambem que sofrem com pobreza , racismo , tambem tem seus filhos separados dos pais , sofrem exploração no trabalho , e vc tem dó? quanto do seu dinheiro vc ja deu para uma familia? duvido que ja fez um post arrecandando doações para os membros da sua propria espécie más quer defender os animais , vc defende porque os humanos são a espécie dominante e que qualquer animal selvagem como um lobo , leão , hiena , tigre ,etc não pensaria duas vezes antes de te engolir e sem sentir remorço algum , ou seja isso é natureza meu caro , existem varios vegetais e legumes que podem subistituir TODOS os alimentos de origem animal para uma vida saudavel, más porquê varios dos mesmos animais , são carnivoros , porque são irracionais?? e como eles raciocinam que da carne vão tirar seus alimentos e dum punhado de capim não??? ou vc depois de ler isso irá falar que todos os animais carnivoros do planeta são “psicopatas” ?? , porque vc não pega seu dinheiro e tempo que gasta aqui no blog e tenta defender sua própria especie onde vc um psicologo porvavelmente ganha muito mais que um gari ou professor aqui no brasil?? Explorar , é uma coisa natural , TODO animal ou Planta que tem poder e propriedades para explorar os mais fracos , usam disto ao seu favor como ervas daninha , e muitas outras plantas tmb?? animáis relamente tem sentimentos e isso concerteza é bastante absurdo, más dizer que comer o seu alface todo dia , e passar no centro de sua cidade e prefirir comprar um tenis novo , mesmo que completamente vegano , ao comprar mais um punhado de alface para seu semelhante que está MUIIIITO MAIS necessitado que vc?? vc não é diferente dos empresários por tráz desse macaro sistema , e JÀ QUE ISSO TUDO POR MAIS PERVERSO QUE SEJA é totalmente natural já que a cadeia alimentar é isso o homem com sua inteligencia só fez uso do ferro e energia para facilitar seu processo que antes era com lanças de pedra ^^ entao vou ali tomar um copo de leite com nescau , pq ficar digitando mais que isso é perda de tempo e NUNCA nem que todos os humanos parem de consumir produtos de origem animal , a exploração mesmo que feita por outros animais sobre outros animais nunca irá acabar!

    Desculpe pelos erros de português , más me da bastante preguiça digitar tudo certinho, para depois vc vir e blabla bla ^^

  139. Anônimo

    Galera, a violência não leva a lugar nenhum. Esses debates cheios de ironia, rótulos e extremismos são prejudiciais para quem os usa e quem os lê, além de prejudicar a argumentação que seria positiva pra debater vários pontos de vista e não verdades absolutas. Eu não creio que todos aqueles que consumem carne sejam piores por causa disso. Eu mesmo consumo (com exceção da bovina por questões ambientais) e creio que todo vegetariano ou vegano deve respeitar a decisão de CADA UM. Da mesma forma que aqueles que nao sentem empatia pelos animais merecem respeito.
    Agradeço a atenção.

  140. Alexandro Cardoso

    Caraleo!!!! Fudeu tudo! Acho que vou pro infernoo!
    Sou produtor de leite, zootecnista e consumidor de produtos cárneos e lácteos…é…acho que para mim, o paraíso não vai rolar não. Hahaha!
    Mas mesmo sendo este monstro estuprador de vacas/ sequestrador de filhotes indefesos, queria deixar claro que respeito a posição de quem é vegano .
    Amo o que faço! Amo os animais (sim, embora possa parecer contraditório…), e acredito que, em nossas vidas, o que realmente valha é aquilo que, de bom, produzimos. Em última análise, o amor que semeamos em nosso caminhar.
    Desculpem o tom jocoso acima…mas não,definitivamente não me considero pior (nem melhor) do que qualquer vegano defensor dos direitos dos animais.Temos apenas posicionamentos diferentes… penso que o respeito, inclusive em relação a estes posicionamentos , deveria ser o mais importante, principalmente quando se tratam assuntos em que as “verdades” se contradizem tão profundamente. De nada vale alguém defender o veganismo e odiar seres humanos que pensam de outra forma.
    De qualquer maneira, estamos todos no mesmo barco, vivendo neste planetinha maravilhoso…que possamos nós,nos amarmos mais, nos respeitarmos mais, mesmo diante das desigualdades conscienciais.
    Paz e luz a todos!

  141. Marcos Autor do post

    Alexandre, ninguém afirmou que você vai para o inferno ou algo parecido. Muito menos isso está implícito no artigo. A verdade é que o leite é um produto desnecessário para humanos. Não preciso repetir isso.

    Posicionamentos diferentes, quando seres indefesos estão em jogo, devem ter a malha fina da ética e da moralidade.

    Da mesma forma que um estuprador tem um posicionamento diferente de quem não abusa de mulheres, pessoas que comem carne possuem outra visão de mundo. Porém, visões que prejudicam seres indefesos não devem, nunca, ser respeitadas, mas sim combatidas.

    Você não precisa amar negros para reconhecer que eles possuem direitos. Você também não precisa ser um homossexual para reconhecer seus direitos civis. Assim como para respeitar o direito à vida e liberdade dos animais, você não precisa amá-los. Leia:

    https://oholocaustoanimal.wordpress.com/2014/05/08/voce-nao-precisa-amar-os-animais-para-reconhecer-que-eles-possuem-direitos/

  142. Alexandro Cardoso

    Putalamerda Marcos! Onde eu escrevi que disseram que eu iria para o inferno??? Se leres com atenção verás que escrevi “acho”, portanto conclusão minha! E mais, se tiveres a mínima capacidade de interpretar textos, verás que a colocação foi puramente irônica! Aliás,nem creio em inferno…não ao menos na naquele lugar físico, aonde iriam as almas dos que comem carne e bebem leite haha!
    Agora, falando sério…creio no inferno interior que cada um de nós é capaz de criar em sua própria existência, semeando a discórdia e o ódio. Lembre-se…só o amor constrói! Entrei neste site achando que aqui teria informações acerca do veganismo…mas não, só encontrei desamor,ódio, dissenções…
    Fui! Não preciso disto para mim!
    Paz e luz!

  143. Anônimo

    acho isso uma forma muito ingenua de se expressar nao e´bm assim nada a ver agora vou parar de tomar lite pq mae e filho nunca mais vao se ver a fassa o meu favor
    leite nao faz mal a ninguem é um otimo nutriente q temos leite é puro clacio e a insiminacao nada a ver isso serio msmo achei mt superficial isso

  144. Thamine

    Adorei a postagem, Marcos. Tenho 14 anos e estou nos passos para me tornar ovo-lacto-vegetariana, depois de conhecer uma amiga abri meus olhos para o sofrimento animal. Já não como mais carne vermelha, e estou abandonando as outras. Seu blog é maravilhoso. Espero mais postagens. c:

  145. Marcos Autor do post

    Olá Thamine, tudo bom? É incrível saber que você, com apenas 14 anos, já possui a consciência de que os animais não estão aqui para nos servir. Continue acompanhando o blog. Obrigado pelo comentário! Tenho certeza que aos poucos você chega no veganismo. No meu caso, foi muito mais fácil do que pensava.

    Abraços.

  146. Lucimara

    Infelizmente nada disso é mentira, tudo isso acontece de forma, inclusive, mais cruel que a relatada.
    É triste ver os comentários de muitos acima criticando o blog. Não sou contra beber o leite ou comer a carne, mas os animais não precisariam sofrer tanto.

  147. Marcos Autor do post

    “Não sou contra beber o leite ou comer a carne, mas os animais não precisariam sofrer tanto.”

    – E como eles deixariam de sofrer enquanto forem considerados meros ingredientes? Impossível.

  148. Anônimo

    Olá marcos eu concordo consigo, mas não em tudo. Eu amo os animais e não concordo com seu sofrimento ainda mais sendo provocado pelo humano, mas infelizmente não sou vegetariana. Em relação ao leite é uma questão um pouco dispersa e confusa porque eu conheço uma mãe humana que ainda dá leite peitoral a sua filha de 9 anos pelo menos 2 vezes por dia e é mãe de 3 filhos, apenas interronpeu as mamadas quando engravidou dos outros filhos e também tenho uma gata que só teve um gatinho na única gestação que teve em toda a sua vida e o gatinho agora já tem 4 anos e a mãe tem 6 anos e ainda bebe leite da mãe, mas também come outras coisas. Tudo isto para dizer que parar de beber leite depende essencialmente da mãe querer ou não desmamar seu filho. O Leite industrializado pode sim ter efeitos nocivos para a saúde, não por ser leite mas sim pelos fármacos e condições que estão relacionados com a indústria do leite, mas o leite ao natural, “isto é, sem industrialização” é muito benéfico para qualquer mamifero. O leite de vaca é dos leites mais parecidos com o leite humano salvo o leite de “porca” que é básicamente igual e por isso a produção em massa de leite de vaca. Desculpe se fui contra alguma idéia sua não é minha intenção, mas não podia ter deixado de falar das situações que conheço na primeira pessoa. Obrigada.

  149. Rafael

    Se, por um acaso, eu publicar uma decapitação do Estado Islâmico em um blog, quer dizer que todo muçulmano faz ou apoia o que esta sendo feito?
    Existe fazendas e fazendas, criações e criações.
    O animais devem ser tratados com respeito (até mesmo os que são abatidos para nos alimentar). Isso é o importante. De resto, me desculpe, mas é besteira!

  150. Eduardo Silva

    Deixei de tomar (leite, açúcar,trigo, milho, cevada, (tudo o que contém gluten) desde Novembro de 2013. Minha saúde melhorou muito!!! neste momento não tomo qualquer tipo de medicação medicação (diabetes e colesterol tensão tudo dentro dos valores saudáveis). Façam o mesmo e ir- ao ver resultados, existe por de trás disto tudo, uma máfia de negócios com os grandes laboratórios de medicamentos.

  151. Cassiano

    É isso aí! Assino embaixo pelo fim do sorvete, pizza, milk-shake, churrascarias, roupa de couro e demais produtos obtidos por meio do sofrimento destes animais, que assim como as galinhas são importantíssimos para a vida na Terra!

  152. Marcos Autor do post

    Rafael, existe estupro gentil ou tortura carinhosa? Não venha falar de respeito, enquanto escravizamos os animais. Não existe abate “respeitoso” ou seja lá qual for o termo que você queira inventar para justificar a exploração de seres vulneráveis e sencientes.

    Os animais não são nossos. Entenda de uma vez por todas: as outras espécies não estão aqui para nos servir. Utilizá-las é errado. E se você consome produtos de origem animal, sem dúvida alguma, está financiando e promovendo a tortura dos animais.

  153. jorge

    Marcos não ligue para tanta ignorância, as pessoas estão em graus difetentes de evolução, e muitos não conseguem enxergar e nem entender o que acontece, só tem informação da grande mídia que manipula facilmente a cabeça dessas pessoas fracas espiritualmente. Paz meu amigo.

  154. joão bosco resende da silva

    Depois de ler quase tudo, só vou redigir uma sabedoria popular entre os povos do Oriente:
    Uma familia de vida simples tinha para o sustendo próprio somente pelo leite de uma VACA. Além do leite fornecido para o sustendo da familia, eles fabricavam queijo do leite desta vaca. Moravam isolados em área rural, vivendo numa situação supostamente tranquila, numa vida pacata sem ambições. Um belo dia a vaca morreu. Então não haveria mais leite e nem queijo para consumo e comercio. Eles puseram a raciocinar em fazer o quê agora!
    Depois de um tempo descobriram que eles dependiam totalmente da VACA. Em outras palavras, eram escravos da vaca por que a economia da familia vinha sómente dela. Mudaram então de plano, ao invés de trabalhar com animal, decidiram trabalhar na terra com hortas e frutas. Passados muitos anos, eles puderam somar em sua minguada vida anterior, uma vida mais saudável, segura, ou seja passaram de uma vida sem futuro para de sucessos, tendo como prosperar, enriquecer, integrados na natureza.
    Produtos da terra, é mais saudável, pois tem todos ingredientes para a alimentação completa da humanidade.

  155. Graziela Stabile

    Marcos, lendo os posts ofensivos contra você, quis passar e te dizer que contra ignorantes convictos não há argumentos! Sei que a vontade de instruir e passar o conhecimento que liberta é grande demais, mas saiba que a atual sociedade em que vivemos é meramente uma barbárie do século 21 . Não creio mais em um mundo livre de crueldade, pois aonde quer que olhemos a ignorância impera nas mentes e corrói os corações. E aos que despertaram para o estado vegano, meu sincero respeito. Eu sou vegetariana a 19 anos e e vivo em paz com minha consciência. Já fui vegana, e um dia pretendo voltar a ser. Já quis conscientizar, mas hoje prefiro me dedicar somente aos que me procuram para obter informações. Que Deus lhe dê tolerância para aturar as “pedras” no caminho vegano! Seja feliz!!!

  156. Anônimo

    Só porque perante a Lei é legal confinar, matar e escravizar animais para o consumo humano não quer dizer que seja correto. Até porque leis são feitas por HUMANOS (dã?!) para HUMANOS, pelo que eu saiba não foi pedido permissão a nenhum animal para que este fosse torturado e morto (até porque se fosse possível pedir eles não aceitariam). O animal adere a lei da natureza, a qual o ser humano vem infringindo por milênios e por isso está desequilibrando o ecossistema.
    Não estou excluindo outros problemas globais (como foi citado acima sobre a pobreza e etc), mas a questão é: depois de tantos milênios, depois de tantas pesquisas cientificas sobre o que vem acontecendo ao planeta, depois de tantos anos cada vez mais quentes, cada vez mais sem água, cada vez mais pessoas nascendo, porém vivendo que nem merda por causa da desigualdade, será que não estamos fazendo alguma coisa errada? E a solução para tudo isso não é algo que só mentes premiadas da sociedade vão conseguir encontrar, é muito simples, porque a vida é simples, o ser humano – no seu complexo de inteligência – que complicou as coisas. Não há fórmula mágica ou máquina que vá resolver o nosso problema, percebeu? NOSSO problema, meu, seu, do resto do planeta. Porque enquanto TODAS as outras espécies (animais, vegetais e qualquer outra coisa que exista) estão tentando sobreviver a esse inferno, o ser humano está destruindo sua mãe – metaforicamente – está sugando todo o leite dela (recursos e vidas) sendo que já é adulto (não somos inteligentes? não temos milênios de existência?) e deveria agora cuidar da pobre senhora Terra. Está claro que se algo não mudar, os primeiros seres a sumirem da face do planeta será nós. Só nós não vemos isso porque estamos com a cara grudada em pixels.
    Tenho 15 anos e sou pescetariana (ainda como peixe), mas por falta de opções. Obviamente, ainda moro com meus pais e eles não me deixaram virar vegana logo de cara. Mas só há um caminho pra mim daqui pra frente e, sem dúvida, é o veganismo. É natural o instinto da sobrevivência, porém não é natural não ter a opção da vida.

  157. Ricardo Henrique da Rosa

    Nossa muito legal! eu nao como carne nem frango a um tempo! mas continuo bebendo leite e seus derivados. pratico musculação talvez por falta de informação nao sei de onde tirar proteina pois e o que eu preciso! mas fiquei feliz em saber que existe atletas veganos! e se Deus quiser eu irei tentar virar um kkk! forte abraço e me de alguma dica de como conseguir proteina que nao seja derivada do leite!

  158. Marcos Autor do post

    Oi Ricardo, tudo bom? Fico muito feliz em saber que está disposto à mudar 😀 É realmente incrível.

    Não sei se você conhece, mas há proteína da soja, arroz e ervilha. Dá uma pesquisada na marca Vegan Way, que você encontrará suplementação.

    Se você quer mais dicas, sugiro que acesse a comunidade “Musculação Vegana”. Lá tá cheio de atleta que não consome absolutamente nada de animais, nem leite, ovo e queijo. O link:
    https://www.facebook.com/groups/musculacaovegana/?fref=ts

    Espero ter ajudado!

    Abraços.

  159. Susana

    Eu gostaria de dizer algumas coisas para todas as pessoas que receiam para de tomar leite e ter osteoporose.
    1- Os americanos tomam litros e litros de leite e possuem os mais altos índices de osteoporose do planeta;
    2- Foi comprovado cientificamente que a caseína propicia o crescimento de tumores;
    3- Assistam, para ontem o documentário ” Forks over Kinves” disponível no youtube. Tem versão legendada e dividida em 9 partes ob o título ” Veganismo e Saúde”;
    4- Eu já não tomo leite há alguns anos, no meu último exame numa faixa de 8,4 a 10, 2 o meu cálcio estava 9,2. Detalhe: não como vegetais verde escuro todos os dias, talvez duas vezes na semana. Como muito grãos.
    Abraços

  160. Thati

    Eu gosto de leite , n vou parar de tomar … E essas mulheres que reclamam tanto , devem estar de TPM , também , não comem chocolate, não comem bolo(alguns bolos n vão leite , mas a maioria vai , ainda mais que também vai ovo), pudim , flan , sorvetes , massas , recheios ,coberturas , lasanha , pizza …e por ai vai .Ta bom , eles sofrem , todos falam que o ser humano deveria ter parado com isso à séculos , mais se tivesse parado , o que íamos ter bois , capivaras , tudo tipo de bicho andando na rua , nas casas e etc , as vacas iam se reproduzindo mais e mais ,e já não tá cabendo lugar no mundo pra nós , imagina com uns trocentos bichos 😛

  161. Pedro Abreu

    Thati

    Perdeu a oportunidade de ficar calada. Se existem bilhões de animais explorados pela industria pecuária no mundo, é porque eles são procriados artificialmente pra isso. Simples relação de oferta vs. demanda. Nenhum idiota tenta vender um produto (oferta) para o qual não há demanda (pelo visto, você tentaria).

    Sobre a sua decisão de continuar se entupindo de leite, boa sorte. Vai precisar.
    http://www.anda.jor.br/31/10/2014/estudo-revela-leite-vaca-causar-morte-precoce

  162. Dener Pitol

    Excelente matéria, mostra bem a realidade dessa industria que só pensa em lucro nem que para chegar a esse lucro tenham que explorar criaturas indefesas, mas fazer oque já que a maioria de nós seres humanos acham que são donos de tudo e de todos.

  163. Mornen A. N. Sarnion

    Desnecessário dizer que esse blogue é ridículo, a começar pelo título. Maltratar animais é uma coisa, tratá-los como animais é outra. Eles devem, sim, ser respeitados, mas nunca tratados como gente. E quem diz que prefere bicho, porque o homem é horrível, está na verdade sendo mais um dos que perderam a fé na raça humana. O ser humano pode ser mesmo horrível, mas não porque bebe leite ou come carne. O ser humano é horrível porque busca sempre o poder, e os que teriam uma condição de melhorar a situação perdem tempo em discutir questões que não tem nem fundo. Palavra de cristão. Maltratar, o homem não deve nem mesmo a outro homem, e a um animal é a mesma coisa. Mas comer a carne de um é bem melhor do que consumir produtos industrializados ou até mesmo drogas. É o que Deus permitiu que comêssemos, que consumíssemos.

  164. Marcos Autor do post

    Quem diz que fazemos o que fazemos com os animais porque “Deus permitiu” jamais aceitará qualquer explicação ou alegação racional, tampouco compreenderá reflexões acerca da objetificação dos animais.

  165. Anônimo

    Q dó desses animais.Eles tem um olhar tão triste.Da pena de gente q fica brincando com coisa seria,ñ se poe no lugar do animal .E se fosse com vc ,acharia legal?Tem q ser muito ruim,pra brincar com isso.

  166. Rui Cunha

    Todos sabem que estão errados. Fica mais fácil criticar quem expõe a verdade do que colocar a mão na consciência e mudar. Será msm que temos um Deus só pra nós humanos? Será que merecemos? Ou Deus gosta que seja assim, um matando o outro pra sobreviver? Creio que sim afinal ele inventou tudo isso. Vai depender da consciência de cada um. Lembrem-se que o povo alemão adorava as atitudes de Hitler, só depois viram o erro cometido.

  167. Yuri

    Quem come o lixo produzido pela indústria alimentícia jamais vai se sensibilizar… Para sentir qualquer coisa, é preciso estar minimamente em contato consigo mesmo – coisa que não acontece quando ChocoLeco corre em suas veias!

  168. Daniel

    OS CRITICOS DO TEXTO ORIGINAL LEIAM TODOS “ÉTICA ANIMAL” DO FILOSOFO CARLOS NACONECY, SÓ DEPOIS ESTARÃO MINIMAMENTE PREPARADOS PARA DEBATER O ASSUNTO

  169. Daniel

    Além da total falta de ética, de compaixão, de piedade, de sensibilidade, de arrogância, de prepotência e de absoluto desprezo pela vida de seres indefesos, o consumo de leite também é deletério a saúde humana.

    … mas não é “papinho de Vegano???”

    Cada vez surgem mais artigos desmistificando a importância do leite na nossa alimentação.
    Há pouco tempo, a Harvard School of Public Health enviou uma mensagem enfática e direta ao USDA (Departamento da Agricultura dos Estados Unidos) e aos alegados especialistas do mundo inteiro com o lançamento do seu guia Healthy Eating Plate (Dieta Saudável) em resposta ao novo guia de saúde e nutricionismo da USDA, que veio substituir a pirâmide dos alimentos.
    Os especialistas de nutrição e investigadores de Harvard afirmam que o guia alimentar da universidade está baseado numa nutrição sã investigada ao pormenor e, mais importante ainda, livre da pressão de lobbies e grupos industriais. A maior evidência disso é a total ausência de laticínios no seu novo guia para uma dieta saudável.
    Os investigadores da Harvard referiram ainda que os altos níveis de gordura saturada na maioria dos laticínios, bem como os componentes químicos da sua produção os tornam um alimento a ser evitado, devendo ser substituídos por legumes verdes (nomeadamente couve, repolho, brócolis, etc), soja enriquecida e grãos de várias espécies para se obter o cálcio necessário e de qualidade.

  170. Mornen A. N. Sarnion

    Você está me dizendo que eu ESTUPRO animais? Zé, vc nem mesmo me conhece. Eu não confino animais, pq eu não sou pecuarista. Eu não mutilo animais, pq não tenho coragem, fico com pena, e também porque eu não tenho motivo nenhum para mutilar um animal (!!). Eu só me alimento com o que a natureza me dá. Se vc é vegetariano, vegano ou o caralho a quatro, isso realmente não me incomoda. A carne que vc não come sobra mais pra quem tem fome. Mas se vc pensa que não comer bicho impede que eles sejam maltratados, ou que vc está fazendo um bem a eles. Se vc não come a carne de um animal, outro animal vai lá e come. É a natureza. Agora se um leão come uma zebra, vc acha que ele está maltratando a dita zebra? Bem, já que vcs tratam animais como gente, porque não pedem pra eles tbm deixarem de comer animais e virarem veg(etari)anos. Eles seriam tão mais saudáveis, não é o que vcs dizem? Vcs comem vegetais que tbm são ser vivos, não menos do que animais. Se vc acha que come-los é maltrato, vc tbm está maltratando as plantas. Eu queria te acusar de confinamento, estupro, mutilação de plantas, mas não consigo conceber isso na minha mente.

  171. Pedro Abreu

    Mornen A. N. Sarnion

    Não, . Você não estupra nem mutila animais, já que não é pecuarista. Você é apenas um covarde que PAGA para que terceiros o façam. Se isso te faz se sentir melhor, toma aqui o seu atestado de HIPÓCRITA.

  172. Jessica

    Eu acho que o respeito cabe em todos os lugares, é muito fácil críticar a produção de carne, leite, ovos e tudo mais quando se tem condições abolir tudo isso da sua alimentação, mas a grande maioria das pessoas do mundo consome esses alimentos e não tem condições de pagar nem o preço que eles valem nesse sistema de produção que tem por intenção produzir cada vez mais com menor custo, então quem não quer explorar os animais ótimo leve sua vida da maneira que achar melhor, mas ninguém tem o direito nde acusar e ofender pessoas que tiram o seu sustento o sustento da sua família da agropecuária porque é essa terrível agropecuária que vcs tanto odeiam que permite que uma família que ganha um salário mínimo se sustente. Porque eu prefiro mil vezes uma criança bem alimentada que uma vaca que vive 20 anos.

  173. Josi

    Nossa, que festival de grosserias e intolerâncias. Por isso o mundo está como está, nao tem outro jeito. Qual o incômodo com quem é vegano? O que afeta na vida de quem não é? Pq ofender tanto e tentar justificar a sua escolha de comer coisas de origem animal? Me parece culpa e tentativa de reversão! Se não é… cada um na sua, beleza?

  174. Jéssica

    Eu vejo alguns comentários e me pergunto: O que pessoas que não são veganas fazem em um site que fala sobre veganismo?

  175. Ayn

    Impressionada com a quantidade de babacas de mamadeiras por aqui!

    Marcos, parabéns pelo seu esforço e paciência com estes bebês imaturos!

  176. Bruna

    Eu não sei por que perco o meu tempo lendo os comentários. Sou estudante de veterinária e tenho muito interesse no veganismo e por isso venho a procura, e quanto mais eu leio, mais eu sinto vontade de fazer parte de tudo isso, os comentários de ignorantes, a maioria sem base cientifica só tem me ajudado nisso. Obrigada por esse texto maravilhoso Marcos, obrigada por abrir mais os olhos de quem quer enxergar.

  177. camila xavier

    Adorei o que tens explicado aqui Marcos, não perca tempo com os tolos eles nunca chegam ao menos perto da sabedoria de um sábio mesmo.!

  178. Carmem Defensora Animais

    Admirada com sua paciência nos comentários, Marcos! Parabéns! Aderi ao veganismo este ano, antes fui ovo-lácteo-vegetariana por aproximadamente uma década, sem nunca consumir suplemento nenhum (inclusive a tal da B12) e minha saúde sempre foi ótima! E a grande responsável por minha transformação foi, sem sombra de dúvida, a informação, o conhecimento do que acontece por trás das prisões chamadas ‘fazendas industriais’. Ver tanto sofrimento foi decisivo para que eu e meu filho abolíssemos os produtos de origem animal de nossa mesa definitivamente! Meu filho tem hoje 23 anos e é fuzileiro naval… tem uma saúde invejável mesmo sendo muito exigido fisicamente. E, quando o assunto é polêmico, temos nossa visão a respeito: soja faz mal? Tô nem aí. O importante é não comer nada animal. Dieta vegana vai me matar? Tô nem aí. Preferimos viver pouco, mas de consciência tranquila, do que viver muito carregando nas costas o sangue de inocentes criaturas. Acreditamos num Deus de amor, e nessa definição não cabe o deus do antigo testamento, que chancelava guerras e destruição em seu nome. Nosso Deus é pai de toda criatura vivente, e nos ensina “não matarás” e “amarás a teu próximo”. Destas definições não se excluem os animais, é lógico. Não dá para viver uma vida ambígua, amando uns e matando outros com base em diferenças biológicas e cognitivas, pois o amor não se apóia em razões, ele simplesmente age. Amar incondicionalmente é outra definição que também não cabe num discurso especista. Muita luz para a humanidade, que os novos tempos não tardem a chegar! Muita luz para você!

  179. deb

    Só uma observação, Carmem, o Deus do antigo testamento é o mesmo do Novo, e o mesmo de hoje, Ele não muda, é eterno e voltará para acabar com toda essa injustiça, morte, dor e crueldade.

  180. Anônimo

    Olá Marcos, fiquei com algumas dúvidas. Não são todos os bezerros machos que serão vitela, certo? E o gado adulto de corte? Todas as fêmeas entram no ciclo da produção de leite ou podem ir para o corte também? Um abraço e continue com o excelente trabalho! Aos poucos vou tentar diminuir o consumo de laticínios (pra mim a parte mais difícil)…Fabíola

  181. Anônimo

    Sério que enfiaram a Bíblia no meio? A lavagem cerebral dos crentelhos chega a esse ponto? Vão lavar uma roupa……..

  182. Fabíola

    Marcos e demais, parabéns pelo trabalho! Me surgiu uma dúvida, não são todos os bezerros machos que vão para vitela, certo? E o gado de corte adulto? E as fêmeas, todas necessariamente produzirão leite ou podem ir para o corte tb?
    Um abraço!

    (Obs.: não dá pra acreditar na lavagem cerebral dos crentelhos, enfiaram a bíblia na discussão…socorro! Braisl tá acabado com esse povo boçal e arcaico!)

  183. Jean

    Nossa muito bom texto. É triste que algumas mentes infantis não tenham entendido, porem eu so lamento por eles, pois com o tempo todos amadurecemos as ideias. ate esses rascunhos de gente totalmente vazios por dentro, vão tem um momento de lucidez e ai o arrependimento sera bem maior, não só pela falta de educação com alguém que só quer mostrar a verdade mas com todo o sofrimento e sangue de vitimas inocentes e indefesas que estarão em suas mãos e mentes.
    Parabéns Marcos. Eu tomava leite, mas agora realmente dei um basta, Chega.

  184. Pedro Abreu

    Olá, Fabíola.

    Obviamente eu não sou pecuarista nem zootecnista, portanto lhe responderei com base nos inúmeros artigos que já traduzi aqui pro Blog:

    Fazendas industriais de laticínios não mantém bezerros machos. As fêmeas nessas fazendas são engravidadas exclusivamente por inseminação artificial. Já os filhotes, quando não viram vitela, são revendidos como carne barata ou matéria prima de ração pra pets.

    Até onde eu saiba, o gado de corte (raças selecionadas para atingir o peso de abate o mais rápido possível) é diferente do leiteiro. Mas o mais importante que você tem que ter em mente é o seguinte: a não ser que esteja a salvo em um santuário, todo boi ou vaca termina seus dias em um matadouro.

    A diferença fundamental é que o gado de corte tem uma vida bem mais curta (e relativamente melhor), enquanto que vacas leiteiras serão submetidas literalmente até a exaustão, ao ciclo de estupro / luto pela perda dos seus filhotes.

    Podendo ser útil, estou por aqui. Abraço.

  185. Ana

    Olá minha família é uma pequena produtora de leite e posso afirmar que vacas com 4 anos não são abatidas por estarem no fim da produção, pois estão no mínimo da segunda cria e aumentam o leite até a terceira cria, isso é normal, os bezerros daqui não são vendidos para carne de vitela, e as vacas produzem mais pois damos vitaminas o que não beneficia somente o leite mas todas as funções do corpo, estou no caminho vegan mas o que distancia as pessoas dele é o absurdo que o veganismo faz!

  186. Nina

    O melhor é: vacas FORÇADAS a produzirem leite! Me explica como se força as facas a produzirem leite? Não sabe de nada, não entende nada, não conhece a realidade… Outra coisa, vacas podem sim durar bastante, mas quem cria vacas pra deixar morrerem de velhas no campo? Pelo amor de Deus cara, essas vacas de tambo provavelmente têm a vida melhor do que de muita gente por aí! Aaah, e qual o prejuízo da inseminação? Mulheres também não fazem? Antes de postar qualquer coisa é importante se informar. Apenas uma dúvida: já viu uma vaca pessoalmente? Hahaha

  187. Marcos Autor do post

    “vacas FORÇADAS”
    – Como você chamaria se enfiassem o braço no seu ânus contra sua própria vontade? Diz aí pra gente, Nina.

  188. Nina

    E se não fosse o braço, se fosse o touro, ele iria perguntar se ela queria? Cara tu é ridículo. Responde o resto amg

  189. Pedro Abreu

    Nina

    • Um touro penetraria o ânus da vaca com ela imobilizada?
    • Roubaria o seu filhote com dias de nascido para vendê-lo a um frigorífico ou enviá-lo à indústria de vitela?
    • Forçaria gravidezes sucessivas até o fim da vida?
    • Ordenharia a vaca várias vezes por dia a fim de vender o leite do bebê roubado?
    • Mataria a vaca em um matadouro quando ela não fosse mais rentável?

    P.S. Sim, já vi e inclusive já ordenhei uma vaca.
    P.S.2 Você é DOENTE.

  190. Jéssica Braga

    Olá Marcos.
    Em primeiro lugar gostaria de parabenizar pelo esforço em levar informações à quem queira. A matéria leva à sérias reflexão sobre a questão do consumo de leite e derivados. Devo confessar que ainda os consumo, mas que não tenho a intenção de continuar consumindo.
    Entendo que seu artigo não se encerra em si mesmo no que concerne às informações de cunho científico e nem creio que fosse essa a intenção, mas sim que o mesmo intenta alertar e levantar a questão, deixando aos interessados a responsabilidade de aprofundar -se no assunto. Acredito tenha sido esse o motivo de tantos comentários na postagem.
    Não sou vegana (ainda), mas me interesso muito sobre o tema e é por isso que acabo buscando informações em sites e blogs vegana. Realmente não entendo o que busca aqui alguém que não simpatiza com as idéias, mas não tecerei comentários sobre isso.
    Li muitos comentários realmente interessantes e esclarecedores, por isso parabenizo também aqueles que tentaram levar um pouco da luz do conhecimento para essa discussão que ficou obscurecida por insensatez e imaturidade.
    Um abraço e voltarei a visitar seu blogue.

  191. Lucas Costa (Sancho)

    Olá, Eu sou biólogo especializado em ecologia e evolução e agrônomo, não tenho nada contra o veganismo, só gostaria de salientar que tentar jogar pro lado cientifico não ajuda muito, porque evolução não é uma linha reta bonitinha, e o que vale para alguns nem sempre vale para outros. Gostaria de corrigir algumas desinformações.

    “Leite não previne osteoporose, ao contrario causa!”

    Essa historia de o consumo de leite estar ligado ao aumento de fraturas não é bem verdade, esse conceito veio de uma pesquisa realizada por cientistas da Universidade de Uppsala, na Suécia, e publicada no periódico The British Medical Journal, do Reino Unido. E não ela não “provou” nada, ainda esta em andamento, e não associou ligação de causa e efeito entre leite e problemas ósseos, dizer isso é o mesmo que dizer que beber água dá câncer, porque todos os portadores da doença beberam água. Para quem teve o interesse de ler o artigo e não somente reportagens feitas por repórteres ignorantes e sensacionalistas, vai descobrir, que é o grande consumo de açucares e não o do leite que causa esse problema, algo que tem no leite (lactose), e na cana de açúcar (sacarose) por exemplo. E em relação a osteoporose, ela não ocorre necessariamente pela falta de cálcio, e por isso que o leite não ajuda na recuperação da mesma, mas é sim muito útil para fornecer cálcio no desenvolvimento dos ossos, assim como muitos vegetais, só que em maior quantidade e em alguns casos com menor eficiência.

  192. Ana Paola Casali

    Parabens Marcos! E não vale a pena perder tempo com gente acéfala, ignorante e sem coração. Para esses que acham normal um animal sofrer tanto, que acham que os animais existem para servir o homem (Freud explica isso), minha certeza é que numa proxima encarnação nascerão no corpo de um animal de abate, tanto eles quanto seus filhos e entes queridos. Pq karma existe, não se vive uma vida estupida pelas suas escolhas sem castigo.

  193. Thiago Melo

    Lucas Costa (Sancho)
    Não há apenas uma pesquisa relacionando osteoporose com leite de vacas. Há varias. Recomendo que apure a literatura cientifica indicada na descrição desse video:

  194. Victor Marques

    Concordo consigo, Marcos. A Natureza é um grande livro aberto, onde todos nós devíamos saber ler. Claro que nós temos de nos alimentar, também, de animais. Mas torturá-los, não! Este senhor Marcos descreveu e evidenciou bem o enorme sofrimento e a tortura por que passam esses pobres animais. Isto é realmente chocante e penso que devemos todos meditar bem na denúncia que aquele senhor faz.

  195. Nayane

    Eles tem sentimentos como a gente , a dor é constante no matadouro…Difcil é entender como muitos não enxergam,sou vegetariana mas pretendo me tornar vegana e não contribuir com tamanho sofrimento 😢

  196. Anônimo

    Nao sei porq fica perdendo tempo com esse marcos ao o cara e altamente tendencioso, a respeito da biblia custume judaoco que fazia sacrifícios de animais para pagar pecados entao ele falou bosta , e a questao animal na biblia nao esta bem definida jesus fala uma coisa no novo tst e os judeifazem outra deixa para la , agora independente de tudo , sendo com mau ou bom trato o qie da para ver qie nao e, o humano nao tem direito nehum de usar e abusar de nenhuma vida faz porq e safado e egoista, e ninguém mandou o ser humano fazer um sistema onde que para se manter use e abuse de toda crieldade contra a fauna e a flora porq nesse planeta seu marcos vc nao e mais gostoso ninguém, agora deixemos o argumento de lado e vou dar o meu recado, ja q vc gosa muoto de leite vem mama aqui em baixo como sua mae mamava ou coloca aquelas maquinas nas tetas da tua mae para ela abastecer pelo menos a vizinhança , mas faz isso a força para ver se ela vai gostar seu imbecil,

  197. Jéssika

    Parabéns pela matéria! pena que existem pessoas tão hipócritas a ponto de não compreender o veganismo…

  198. Smans

    Eu não sei porque certas pessoas perdem tempo com assuntos tão insignificantes, cada ser vivo tem suas características, tais como o prazer de saborear um delicioso panetone ou então prefirir infinitas vezes um chocotone, cada ser tem seu paladar e razões distintas pela qual escolheu esse alimento.

    Ao descer os comentário até essa posição vim com minha humilde intenção de encontrar um acordo entre nós, acreditei por ao menos um segundo que após todos esses anos de multiplos posts finalmente já estariam em um acordo ciente á quais razões tal pessoa escolheu tal alimento para consumir; continuar esclarecendo insistentemente não fará mudanças significativas á alguém que está totalmente contra suas palavras e com razões concretas em determinado assunto.

    Em situações como essas devemos entender, comentar e respeitar o próximo sendo suas intenções contra ou a favor a sua…

    Infelizmente não temos a capacidade de persuadir todos os seres humanos do mundo; então, enquanto não é possível, a tolerância e paciência devem estar presente em todos nós.

  199. Pingback: Os Benefícios do Leite de Coco para a sua Saúde. - Camila Zivit

  200. Ana paula

    Marcos, meus parabéns por manter-se firme e educado ouvindo tanta bosta destes especistas que se acham superiores ao resto dos animais.
    Como eu não tenho a sua paciência, desejo que o Leitinho que eles tomam e que a picanha sangrenta que comem sen culpa, causem um câncerzinho neles porque o mundo não precisa desses vermes.
    Anônimo fala de Jesus, de bíblia.e muita ignorância. E essa Nina tinha que ser estuprada para ver se e bom. Como pode dizer que as vacas vivem melhor do que muita gente?????? Parei de ler os comentários. Querem continuar tomando leite, comendo cadáveres, FDS, mas deixem em passa e respeitem quem opta por não comer.
    Querem comentar? Comentem com educação. Tem gente que não concorda mas tem educação. Alguns acefalos só atacaram o marcos.

  201. sidneidutra

    Marcos, não sou Vega ou Vegetariano, mas tenho refletido e até repensado meus hábitos alimentares aos quase 40anos de idade. Li muitas coisas a favor e contra; mas não vi muita gente preocupada em ampliar a discussão pro campo das soluções, pq apesar de tudo e infelizmente “até”, são milhares e milhares de anos nos alimentando de carne e de tudo mais q a ela está ligado. C um número cada vez maior de pessoas no mundo é uma exigência pelo “sabor” gostaria de tratar dos caminhos, já q pelo que entendi, ao seu ver, nem a pecuária orgânica familiar é aceitável (e olha q já tenho pensado nela como solução pra mim rsrs), então qual seriam os caminho? Até pq para produzir qualquer coisa em grande escala, vamos ter q sacrificar alguma outra coisa… Fico pensando q somos em nossos núcleos familiares pequenas unidades consumidoras, pq temos q ter como fornecedores de alimentos grandes centros de produção? Não seria menos cruel até com os animais se nos tornássemos pequenas unidades produtoras?

  202. Thiago Melo

    sidneidutra
    O que vc acha sobre matar animais quando isso é completamente desnecessario para mantermos nossas vidas? Matar animais para comer é necessario para mantermos nossas vidas? Se não é necessário comer animais, como já foi amplamente divulgado até por entidades como o Ministério da Saúde, por que continuar matando?

    Quais são as diferenças moralmente relevantes entre os humanos e os outros animais que tornam aceitavel para nós feri-los de maneiras que jamais seriam aceitaveis se fossem cometidas contra humanos?

    Se nós podemos viver vidas felizes, saudaveis e completas, sem explorar os animais, então porque não fazermos?

    O que justifica tratamos os outros animais como propriedade? Que caracteristica um ser deve possuir para ser merecedor de direito na sua opinião?

  203. Punke

    Sejamos sensatos em um resumo geral. Cada animal nasce com sua finalidade. O leite e a carne animal não nos é necessária, pelo contrário, apenas nos da maior sensação de saciedade e prazer, por isso constatamos que exploramos esses animais. Eu sei que muitos virão falar : mas vegetal também sente! Okay amigo, mas perceba que a partir de então fazemos isso pela necessidade, afinal, não podemos morrer de fome.

  204. Jéssika Costa

    Quem foi que determinou que animais existem para servir ao ser humano? Isso é um grande erro! Matar animais para o consumo é completamente desnecessário, assim não haveria veganos no mundo. O que é feito com os animais são práticas totalmente desumanas em massa para servir quem julga merecedor de tirar vidas para simplesmente saciar o paladar, não tem como falar isso de forma maquiada, é a dura verdade.

  205. Juliana

    Nossa, quantos comentários agressivos. Que tristeza ler isso, a que ponto o ser humano chega, sempre se achando superior as outras especies….

  206. Anônimo

    Oi tudo bem gostei muito de seu jeito de pensar. E gostaria de estar aprendendo cada vez mais. voce tem facebook grato

  207. Jailson Mendes

    Krl, lendo tudo isso me deu uma puta fome de carne kkkj
    Comer aquele bifão cheio de gordura e pá

  208. Mariana Monteiro

    Amei o post, pois trata a realidade da indústria de laticínios. O leite faz mal á saúde, e a longo prazo causa a osteoporose, câncer e muitos males.
    Porém a industria do leite não quer perder dinheiro, e continua sendo grande e opressora.

  209. Lauro

    Parabéns ao autor do blog, não se deixe abalar por estas tristes pessoas sem coração. Mas olha, eu acredito que podemos oferecer cuidados a vacas e galinhas em troca de ovos e leite sem fazer mal a elas, claro que na indústria não é assim, é muito cruel como você mencionou, mas criando suas próprias vacas e galinhas acho uma relação mutua biológica vantajosa para ambos.

  210. Anonimo

    kkk a melhor foi do Lauro “criando suas próprias vacas e galinhas acho uma relação mutua biológica vantajosa para ambos.” Isso ser legal isso em SP

  211. oYoSchlafen

    Os Hindus consideram a vaca sagrada e bebem leite, um deles me disse que, porque estamos em Kali Yuga (apocalipse para os cristãos) tudo está pervertido, mas em um estado de paz o leite consumido da vaca faz bem pra ela, pois ela produz mais do que o filho necessita.
    Por outro lado, não temos culpa que os maçonicos explorem as vacas, e mesmo os vegetais que comemos são p-roduzidos com um custo bastante alto para a natureza e a vida animal, então, se formos verificar, devemos comer apenas o que nós mesmo plantamos, e tomando cuidado para não matar as minhocas quando aramos o solo.

  212. Luis Alberto

    Infelizmente, a indústria do leite trata as vacas e suas crias conforme mostra essa matéria. O objetivo é a produtividade e que se dane o sofrimento animal com confinamento e respectivo manejo. E como um item de consumo qualquer, em até 4 anos as vacas são enviadas para o matadouro com a finalidade de saciar esse mercado voraz que, em pleno século 21, mesmo tendo alternativas alimentares para a carne ainda a consome. De uma forma geral, ainda para muitos, os animais não sentem dor, medo e sofrimento. Mas, mesmo que muitos não acreditem, felizmente existe mais gente hoje preocupada e consciente com a qualidade de vida dos animais e daí mantemos a esperança de dias futuros onde os animais terão nosso respeito e serão tratados com a mesma dignidade de um ser humano.

  213. Anônimo

    Amigos, bom dia. Li boa parte dos comentários feitos nesta página, e tenho as minhas convicções. Em primeiro lugar, sou humano e tenho os chamados dentes caninos. Então sou predestinado a comer carne, não é mesmo? É a única fonte de proteína firme de que disponho, senão tenho que comer peixe.. O leite deverá ser sempre fornecido pela mãe da cada um, mas se ela não o produz, por algum motivo, o jeito é tomar leite de vaca, por que não? Aliás.é assim na natureza, pois os felinos não passam sem carne de outros animais, nem chegam perto de vegetais Mas uma coisa é se alimentar, e outra é abusar dos animais. Ora, quem procura se alimentar não abusa de um animal, apenas segue sua própria natureza, está precisando daquele alimento, do contrário morrerá. Assim sendo, não posso sentir pena de qualquer animal que me tenha despertado o apetite, isto é um imperativo orgânico. Em resumo: matar animais para se alimentar é um fato natural, que remonta às origens do homem. Maltratá-los é prática condenável, indigna de um ser humano.
    a) Jerome D’Estaign;

  214. Pingback: Alternativas à cruel indústria leiteira – Beleza Limpa

  215. Anônimo

    quem mora em fazenda e cria vaca sem remédios ,sem injeções de hormônio feminino,esse é o verdadeiro leite, quem disse que leite de caixinha,( no caso de leite vendido no mercado, homens tomando hormônio feminino, por isso que tem muito boiolas )

  216. Jorge Braga Jr

    Fico em choque com tanta discussão improdutiva. Porque uma matéria informativa gera tanta revolta assim? Ninguém aqui está apontando a arma pra cabeça de ninguém e obrigando a virar vegetariano ou vegano. Ninguém é obrigado a nada. Cada um tem a sua consciência, mais ampla ou mais limitada. Marcos, uma sugestão: não se ocupe desses infelizes que só pretendem causar discórdias aqui. Responda quem mostra um mínimo de sensatez, mesmo que contrário à filosofia da página. Dar atenção para esses tipos de comentários infelizes cria um campo vibracional péssimo.

  217. Anônimo

    canalhas!
    se tem homens por ai que tem coragem de deixar seus filhos morrerem de fome,é claro que não vão se importar nem um pouco com a vaca e o bezerro!

  218. Mila Dalmasso

    Graças a Deus não bebo leite de vaca…
    E pelo que minha médica disse:- o leite não tem nada de cálcio, então não custa suplementar com Caltrate.
    Aliás, atualmente o leite tem apenas amido e soda entre outros produtos químicos.
    Bobo de quem acredita que está tomando leite puro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s