A cada segundo, 1 boi, 1 porco e 185 frangos são mortos no Brasil

A pecuária é um grande negócio no Brasil. O país, além de bater recordes de devastação do meio ambiente, também atinge recordes quando o assunto é massacre animal.

O cronômetro do Inferno.

O cronômetro do Inferno.

Segundo dados divulgados pelo IBGE, no 2º trimestre de 2013, 8,5 milhões de bois e vacas foram mortos, pela indústria do leite e da carne. Já os porcos, quase 9 milhões tiveram suas vidas ceifadas pelo abate pecuário. Em 3 meses, 1,44 bilhão de aves foram mortas¹. Essas estatísticas alarmantes vão de encontro, ao mesmo tempo, com o aumento do número de vegetarianos no país. Há praticamente 10 anos pouco se falava na dieta vegetariana. Todavia, em 2012, o IBOPE fez uma pesquisa e constatou que cerca de 10% da população brasileira não come carne².

Vale lembrar que este quadro é cada vez mais preocupante, pois já sabemos de que forma a pecuária pode prejudicar profundamente os ecossistemas do mundo inteiro, já por outro lado, sabemos também que uma dieta vegetariana está relacionada à  uma incidência menor de uma série de doenças. Apesar disso, o hábito cultural de comer carne ainda prevalece no Brasil, com força. É aquele churrasco de fim de semana ou aquele bife que alguém faz pra você, bem temperado. Comer carne possui associação com prazeres e bons momentos, entre os amigos. De alguma forma, o hábito cultural faz com que ser vegetariano se torne um problema não apenas da ordem pessoal, mas, principalmente, da ordem social.

Contudo, se você realmente se importa com os animais e quer fazer alguma diferença na vida deles, deixar de comer carne e derivados é um grande passo. É exatamente nesse aspecto que uma mudança de hábitos alimentares, poderá salvar centenas de vidas. Não coloque o paladar acima da ética. Não jogue sua ética na privada.

Referências

¹Agência Brasil – Abate de animais no país é recorde. Disponível em: < http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2013-12-11/abate-de-animais-no-pais-e-recorde > . Acesso em 25 de fevereiro de 2014.

²IBOPE – Dia Mundial do Vegetarianismo: 8% da população brasileira afirma ser adepta do estilo. Disponível em: <  http://www.ibope.com.br/pt-br/noticias/paginas/dia-mundial-do-vegetarianismo-8-da-populacao-brasileira-afirma-ser-adepta-ao-estilo.aspx > . Acesso em 25 de fevereiro de 2014.

Anúncios

11 ideias sobre “A cada segundo, 1 boi, 1 porco e 185 frangos são mortos no Brasil

  1. Marcelo

    Parabéns pelo texto, amigo!
    Como dizia Isaac Bashevis Singer: “Em seu comportamento com os animais, todos os homens são nazistas.”

  2. José Antonio de Santana

    Na condição de vegetariano só tenho a agradecer pelos benefícios oriundos dessa prática. Depois que me tornei vegetariano, descobri a crueldade feita com os animais. E como diz o amigo Marcelo: em seu comportamento com os animais, todos os Homens se tornaram nazistas!

  3. Pingback: Proomon Blog – “Por que os vegetarianos não cuidam da sua vida?”

  4. Anônimo

    O que aconteceria se todos parecem de comer carne e derivados de origem animal? Como os animais que sempre foram criados para servirem de alimento passariam a viver? Existem muitas variáveis a se considerar. Realmente deixar de comer carne ajuda na saúde. Mesmo com a progressividade, deixando de comer carne pouco a pouco, quantas florestas mais seriam devastas para suprir toda alimentação necessária para toda a população? Se tudo q fazemos da um impacto no meio ambiente. Então vamos todos morrer de uma vez e deixar o planeta seguir seu curso.

  5. Marcos Autor do post

    Anônimo, a pecuária causa um impacto ambiental cerca de 160 vezes mais do que a produção de vegetais. Se todos fossem vegetarianos, teríamos cerca de 20 a 30 vezes mais Terra para cultivarmos alimentos:
    http://veg.blogfolha.uol.com.br/2014/07/24/pecuaria-causa-impacto-ambiental-ate-160-maior-que-vegetais-diz-estudo/

    Os danos da criação de animais para consumo humanos não param por aí. Produzir um quilo de carne bovina exige cerca de 16 mil litros de água. Em contrapartida, um quilo de arroz gasta cerca de 3 mil litros.Veja:
    https://oholocaustoanimal.wordpress.com/2014/02/21/consumo-de-agua-na-pecuaria-ameaca-preservacao-ambiental/

    Além disso, a pecuária destrói o ecossistema e hoje é apontada como uma das principais causas das mudanças climáticas, devido à emissão de metano. Se pegarmos a Amazônia, por exemplo, cerca de 75% do seu desmatamento provém da pecuária. A cada 18 segundos um hectare é convertido em pasto.

    O veganismo defende um fim da exploração e escravidão animal. A relação que podemos ter com a natureza pode ser de simbiose. Infelizmente, ainda estamos muito longe disso. Vivemos um modelo destrutivo. Por conta disso, estamos causando sérias mudanças no clima – local e global.

  6. Rogério Vianna Machado

    ‘Enquanto houver matadouros haverá campos de guerra’ Leon Tolsty – E é uma verdade o Astral planetário está contaminado com a violência praticada pelos humanos. É necessário mudanças radicais para que haja melhoras. Vamos Amar e não matar, vamos usar a fraternidade, a temperança, a compaixão aí com certeza teremos um Brasil melhor e mais feliz…Shalon Adonai

  7. Rogério Vianna Machado

    Izabete Santos, sabemos o quanto é difícil deixar uma prática milenária, mas não impossível, é só querer, é só desejar, O QUERER TEM PODER, o deixar de se “alimentar” de carnes é uma questão de Amor pelos animais, pois eles Amam, choram, desejam, sentem, querem a liberdade como todos nós, eu por exemplo a 50 anos não como carne e me sinto muito bem, minha visão espiritual é bem clara e tenho uma Paz interior invejável…Shalon Adonai

  8. Najuah Carvalho

    Isso são:
    – 60 bois, 60 porcos e 11.100 frangos por minuto
    – 3.600 bois, 3.600 porcos e 666.000 frangos por hora
    – 86.400 bois, 86.400 porcos e 15.984.000 por dia
    – 2.592.000 bois, 2.592 porcos e 479.520.000 por mês
    – 51.104.000 bois, 51.104.000 porcos e 5.754.240.000 frangos por ano
    ISSO SOMENTE NO BRASIL
    A CADA DIA FICO MAIS IMPRESSIONADA COM A CRUELDADE DO SER HUMANO. SE NÃO TRATAM BEM A PRÓPRIA ESPÉCIE, POR QUE COM AS OUTRAS SERIA DIFERENTE?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s