Consciência não é um privilégio humano, segundo neurocientistas

O debate sobre a consciência animal traz a reflexão sobre de que forma estamos tratando as outras espécies. A neurociência, atualmente, reconhece que os animais podem sofrer e sentir dor.

Escravizar os animais é ferir a nossa própria espécie.
Escravizar os animais é ferir a nossa própria espécie.

De acordo com algumas pessoas, o ser humano pode tentar “humanizar” os animais, ou seja, atribuir às outras espécies atributos experimentados pelo homem. Assim, pode atribuir a um cachorro, por exemplo, emoções e sentimentos. Entretanto, há um grande mito em volta desta suposta “humanização dos animais”. Na verdade, a espécie humana é um bicho, ou seja, é um animal, não sendo superior a nenhuma outra espécie. Isso quer dizer que a tentativa de colocar no homem a exclusividade da consciência e da racionalidade é um fracasso, uma vez que os traços evolutivos ainda permanecem no mesmo.

Recentemente, em 2012, um grupo de neurocientistas, do mundo inteiro, reconheceu que todos os mamíferos, pássaros, polvos e outras criaturas, possuem consciência. De acordo com o manifesto, as áreas do cérebro, que produzem consciência no ser humano, também estão presentes nos animais. O que isso significa? Que os animais não-humanos vivenciam a vida de forma semelhante ao homem.

Se alguns teóricos tentaram colocar-nos como seres quase que místicos, dotados de uma linguagem superior, isto revela uma pretensão fadada ao fracasso. A pretensão de nos excluir do restante da natureza, como se não fôssemos fruto de uma complexa evolução biológica. Porém, nós já sabemos onde tudo isso pode chegar: na escravização da vida animal, onde o ser humano não sai ileso.

Referências

LOW, Philip et al. Memorial Conference on Consciousness in Human and non-Human Animals, 2012. [Link]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s