Apesar de pesquisa animal, cura do câncer só acontece em ratos

Todos os anos, nos Estados Unidos, o Instituto Nacional de Saúde investe aproximadamente 30 bilhões de dólares em pesquisa médica. Quase metade desse valor vai para a área da experimentação animal, cerca de 12 bilhões. Apesar da contínua busca pela cura do câncer, a pesquisa animal ainda não permitiu a sua descoberta.

Incidência do câncer só vem aumentando, mesmo com Experimentação Animal.
Incidência do câncer só vem aumentando, mesmo com a experimentação animal.

Várias vezes os cientistas anunciam, com orgulho, que conseguiram curar o câncer em camundongos. Entretanto, quando a pesquisa é transferida para o organismo humano, o método não funciona e toda a promessa de cura se esvai. Além disso, a falta de investimento na prevenção do câncer faz com que a taxa de mortalidade aumente a cada ano.

Confira o gráfico abaixo das principais causas de morte em 2010¹, nos Estados Unidos:

Gráfico

Confira as principais causas de morte em 1900²:

1900

Um dos motivos dessa estatística alarmante é que cerca de 90% do câncer é determinado por fatores ambientais, ou seja, em tese, podem ser prevenidos³. Boa parte do câncer possui o fator álcool, cigarro e alimentação. Apesar disso, apenas 10% do orçamento do Instituto Nacional do Câncer, dos EUA, é destinado à prevenção da doença.

O tratamento tradicional do câncer envolve sessões de quimioterapia, com altas doses de radiações, a fim de matar as células doentes do paciente. Entretanto, a quimioterapia enfraquece o organismo do indivíduo, pois também mata as células saudáveis. A OMS (Organização Mundial da Saúde) estima que até 2023 a incidência do câncer irá dobrar no mundo. Por isso, nesse momento, é hora de nos questionarmos se estamos no caminho certo da valorização da saúde ou se estamos jogando dinheiro no lixo, com pesquisas que vêm tratando doenças que nós mesmos criamos.

“A história da cura do câncer, na ciência, tem sido uma história de cura dos ratos. Conseguimos curar por décadas câncer em ratos – e isso simplesmente não funciona em humanos.” – Dr. Richard Klausner, diretor do Instituto Nacional do Câncer. [4]

Referências

¹QuickStats: Number of Deaths from 10 Leading Causes — National Vital Statistics System, United States, 2010. Morbidity and Mortality Weekly Report (MMWR). Centers for Disease Control and Prevention.

²Achievements in Public Health, 1900-1999: Control of Infectious Diseases (1999). Morbidity and Mortality Weekly Report No 29. Centers for Disease Control and Prevention.

³Instituto Nacional de Câncer – INCA (1996). O que causa o câncer?. Ministério da Saúde: Brasil.

[4] Los Angeles Times (1998). Cancer Drugs Face Long Road From Mice to Men.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s